Conselheiros do Palmeiras descartam votação de sócio-torcedores nas diretas em 2014



A maioria dos conselheiros de diversos grupos políticos no Palmeiras descartam a participação de sócio-torcedores nas eleições presidenciais diretas de 2014. O motivo é o fato de que o funcionamento do instituto no clube é completamente terceirizado e não encontra previsão no estatuto do clube.
Segundo os conselheiros, o debate pela inclusão estatutária e criação de uma política clara para sócio-torcedores no Palmeiras é um processo longo e trabalhoso, e deverá estabalecer um tempo mínimo de filiação para os votantes, o que impedirá a participação no pleito.



MaisRecentes

Nuzman está inclinado a se explicar na Câmara sobre escândalo



Continue Lendo

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo

Botafogo deixa a Libertadores com R$ 13,4 milhões pela participação



Continue Lendo