Conselheiros do Palmeiras consideram impeachment inviável



Conselheiros do Palmeiras presentes na reunião desta segunda-feira afirmaram que houve grande pressão pela assinatura do pedido de impeachment de Arnaldo Tirone apresentado por José Corona. Apesar da desparovação unânime da gestão do atual presidente, conselheiros de todos os grupos dentro do clube reconhecem que não há tempo hábil para o processo, que levaria pelo menos quatro meses.



MaisRecentes

Nuzman está inclinado a se explicar na Câmara sobre escândalo



Continue Lendo

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo

Botafogo deixa a Libertadores com R$ 13,4 milhões pela participação



Continue Lendo