Palmeiras acerta regras das eleições diretas



Antes mesmo da reunião do Conselho Deliberativo, marcada para hoje à noite, os príncipais líderes do clube chegaram a um acordo sobre como serão as eleições diretas do Palmeiras – que ainda não estarão em vigor no próximo pleito, em fins de janeiro de 2013
O mandato do próximo presidente será encurtado e as eleições antecipadas em dois meses e meio. Elas devem ser realizadas no início de novembro de 2014.
A contrário do que acontece hoje, o caniddato a presidente e os candidatos a vice (são quatro) concorrerão numa única chapa, evitando que se repita a situação de haver vice-presidentes de oposição.
Os vice-presidentes, a partir de agora, também ficarão sjueitos ao limite de dois mandatos. Antes uma pessoa poderia ser vice-presidente indefinidamente.
A reunião do Conselho Deliberativo está marcada para as 19h desta segunda-feira
O único ponto que ficou para ser definido é a cláusula de barreira. Para disputar a eleição direta, o candidato precisará de um número mínimo de votos. Os conselheiros vão decidir se o percentual será 15% ou 20%.



MaisRecentes

Campanha ajuda Fortaleza a trazer de volta atacante Osvaldo



Continue Lendo

Ferj se surpreende com informalidade da prefeitura do Rio de Janeiro



Continue Lendo

Elenco do Palmeiras pede por Deyverson, Felipão dá chance, mas diretoria quer negociá-lo



Continue Lendo