Se Patricia vencer, Capitão Léo será seu homem forte



Se a presidente Patricia Amorim for reeleita, o homem forte da sua segunda gestão no Flamengo, será o hoje presidente do Conselho Fiscal, Leonardo Ribeiro. O candidato a vice-presidente na chapa de Amorim, Paulo Cezar Mattos  Ribeiro (não é seu parente), e o candidato a presidente da Assembleia Geral, Michel Assef Filho, foram indicados por Ribeiro.

Advogado e contabilista, Ribeiro iniciou sua trajetória no Flamengo pela Torcida Jovem, no começo dos anos 90, quando era conhecida apenas como Capitão Léo. Depois largou a instituição, abandonou o apelido, e fez carreira no clube. Chegou a ser candidato a presidente Nos últimos dois mandatos, presidiu o Conselho Fiscal.

No último, Ribeiro foi reeleito com o apoio de Hélio Ferraz, mas contra a vontade de Patricia Amorim. Apesar disse, logo se aproximou da presidente. Chegou a indicar dois homens de sua confiança para a diretoria. Walter Oaquim tornou-se vice-presidente de Relações Externas (embora ele atue mais na articulação política interna) e Paulo Cesar “Cascão” Coutinho foi durante quase todo o ano de 2012 vice-presidente de Futebol.

Na presidência do Conselho Fiscal, Ribeiro tem sido tolerante diante da recusa de Patricia Amorim em mostrar documentos, como o contrato com Ronaldinho Gaúcho. Por muito menos, fez violentos ataques ao exntão-presudente  Márcio Braga na gestão passada. Essa alipas tem sido sua marca. É odiado nos círculos mais elitizados do clube, mas tem muitos seguidores no chamado “baixo clero”.

Ribeiro é candidato a presidente do Conselho Deliberativo. Não é o favorito. Mas, nas duas vezes que foi eleito presidente do Conselho Fiscal, também era tido como azarão.

 



MaisRecentes

Sistema biométrico da Arena da Baixada já ajudou a prender 25 criminosos



Continue Lendo

Conselheiros do Vasco podem pedir exclusão de Julio Brant após atrito com Campello



Continue Lendo

Goleiro Renan surge como nome para o São Paulo em 2019



Continue Lendo