São Paulo cobra R$ 18 milhões da CBF



O São Paulo cobra da CBF cerca de R$ 18 milhões, em salários, direitos de imagem e correção monetária pela cessão de jogadores à Seleção. O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio (foto), vem negociando o pagamento com José Maria Marin. O presidente da CBF, embora seja são-paulino, está relutante em aceitar por temer que outros pedidos iguais apareçam. O São Paulo aceita receber parceladamente.

Silêncio no canteiro
A obra da Arena Palestra tem cerca de 490 trabalhadores, sendo apenas 151 da WTorre. O número é muito menor do que nas arenas da Copa, que chegam a ter 5 mil operários e nunca menos de 1.500. Apesar disso, a empresa diz que a entrega poderá ser antecipada em relação ao prazo atual, o final de 2013.

Negócio da China
Um conselheiro e um diretor visitaram a loja oficial do Corinthians no Parque São Jorge ontem e avisaram que o chinês Zizao, que estreou na quarta-feira, voltará a campo no fim de semana. Com isso, a loja montou e expôs na vitrine camisas com o nome e o número do jogador e espera aumento nas vendas.

Palanque
Membros do COL interpretaram a carta do governador de Pernambuco divulgada nesta quinta-feira como um ato de desespero e de manipulação. Ao dizer que o estádio estará pronto em abril de 2013, Eduardo Campos deixa claro que não cumprirá o prazo de fevereiro daquele ano, pede prorrogação e, diante dos olhos dos eleitores, joga a batata quente para a Fifa.

Naming rights
A Unimed está comprando os naming rights do CT do Instituto Superar, dedicado ao esporte paralímpico. A empresa deve aportar o dinheiro que falta para completar a obra – cerca de R$ 9 milhões. O custo total será de R$ 15 milhões, 13% da obra que o CPB anunciou ontem. O CT, no Rio, terá 23 mil m2 de área construída.

Acerto de contas
Integrantes do Conselho Fiscal do Vasco vêm participando das reuniões para ajudar a comissão financeira, comandada pelo vice de Finanças Nelson Almeida, a corrigir erros do balanço de 2011.  O pedido de mais 120 dias para a reabertura das contas será votado na reunião de terça-feira no Conselho Deliberativo.

Mesma moeda
Marcos Braz se candidatou à vice-presidência de Futebol do Flamengo na terça-feira, mas a presidente Patricia Amorim recusou alegando que o ano está no fim. Mas Amorim não se esqueceu que Braz, antes das eleições municipais, declarara que a presidente lhe oferecera esse cargo caso desistisse da eleição para vereador. Nenhum dos dois foi eleito.

Indecisão
O volante Marcos Assunção não quer discutir a proposta de renovação do Palmeiras até que a situação da equipe no Campeonato Brasileiro esteja decidida, mas não diz no que isso poderá influenciar. Diretores do clube afirmam que o volante de 36 anos só não renovará contrato por mais dois anos caso se aposente.

Estrelas
Os são-paulinos Lucas e Ganso (foto) negociam com a Gilette uma campanha publicitária que terá também atletas estrangeiros. Um desses nomes é o do tenista Roger Federer, que, assim como Ganso, já tem contrato com a marca. Federer disputará torneio no Brasil em dezembro.

DE LETRA
“Esses dançaram. Não vão poder fazer parte de nenhum conselho”
Marcelo Antero, presidente da comissão eleitoral do Flamengo, sobre os membros da antiga chapa de Marcos Braz, que renunciou à disputa presidencial.



MaisRecentes

Internet e canais de filmes podem transmitir jogos do Brasileirão a partir de 2019



Continue Lendo

Zagueiro Igor Rabello pode deixar o Botafogo e se transferir para a Itália



Continue Lendo

Magic Paula vai participar da eleição na Federação Paulista de Futebol



Continue Lendo