Por Lugano, Juvenal abre exceção



O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, tem resistência a contratar jogadores que já tenham passado pelo clube. Sua opinião é que dificilmente a segunda passagem é tão boa quanto a primeira e na segunda o jogador é mais caro. Recentemente, Juvêncio abriu uma exceção para trazer Cicinho de volta ao Morumbi. A passagem do jogador causou-lhe grande decepção.

Mas Juvenal trata o uruguaio Diego Lugano como um caso especial, em razão da identificação que o zagueiro tem com o clube e com a torcida. Por isso, está propenso a fazer uma oferta. Seu nome é citado em todas as reuniões de diretoria. O seu custo, contudo, ainda é o entrave. Lugano recebe no Paris Saint Germain muito mais do que o teto do clube, pago ao goleiro Rogério. Aceita receber menos, mas ele quereria mais do que o teto do São Paulo, baixo para os padrões atuais do futebol brasileiro.



MaisRecentes

Governo admite que errou em MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Sem resposta de Zé Ricardo, Milton Mendes entra no radar do Botafogo



Continue Lendo

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo