Arena Corinthians deve recorrer a banco



O consórcio Corinthians-Odebrecht deverá ter que pegar mais empréstimos para terminar a Arena de Itaquera, ainda que o BNDES libere toda a verba nas próximas semanas, o que é muito improvável. Os R$ 400 milhões cobrem apenas o que foi gasto e a Prefeitura só irá liberando as CIDs em parcelas. No momento a obra só tem direito a R$ 160 milhões em CIDs, que, além do mais, só valerão dinheiro depois de serem negociadas.

Xerém VIP
O Fluminense projeta iniciar a construção do CT da Barra da Tijuca ainda neste ano. A Prefeitura do Rio já assinou um contrato com o Tricolor cedendo o terreno de 49 mil m2. Mas o projeto, financiado pelo patrocínio da Ambev, ainda está sendo detalhado. O investimento será de cerca de R$ 6,5 milhões.

Ânimos exaltados
O clima esquentou na reunião do Conselho de Orientação e Fiscalização do Palmeiras (COF) na última quarta-feira. Aos berros, dois conselheiros exigiram do presidente Arnaldo Tirone documentos pedidos há tempos. A presidência do COF interveio, os ânimos se acalmaram, mas a papelada não apareceu.

Eleição
O recurso dos conselheiros tentando a impugnação da chapa de Wallim Vasconcellos será encaminhado novamente para análise da comissão eleitoral do Flamengo. Como o primeiro parecer não avaliou irregularidade, a reclamação será levada para votação em plenário, no dia 8 de novembro, que definirá a participação de Wallim na eleição.

Na oposição
Desde a saída da diretoria, no fim de setembro, o ex-vice de Patrimônio Frederico Lopes tem se articulado com conselheiros para formar um novo grupo político, cuja bandeira é dar continuidade à modernização do Vasco. Segundo ele, o presidente Roberto Dinamite estagnou o clube quando passou a centralizar as decisões.

Na mesma moeda
No processo em que Leão move contra o São Paulo para receber os salários restantes do seu último contrato, o São Paulo decidiu se defender da mesma maneira que o técnico fez com o clube quando abandonou o Tricolor em 2005. Naquela ação, a Justiça do Trabalho aceitou o argumento da defesa de Leão, com base em artigo da CLT que trata de rescisão.

Relíquias
O Grêmio criou três destinos para materiais do estádio Olímpico, que será demolido em janeiro. As peças de maior valor serão expostas num memorial construído na nova Arena Grêmio. Pedaços do gramado, cadeiras e outros objetos serão leiloados para torcedores. E alguns materiais mais básicos irão para obras nos CTs.

Era digital
O presidente do STJD, Flavio Zveiter, se reuniu com a área de tecnologia da CBF para discutir o projeto de digitalização dos processos. A CBF ficou de enviar um cronograma e um orçamento inicial para o projeto, que irá reduzir em pelo menos dois dias o andamento dos processos e facilitar a criação de uma jurisprudência.

Fim da ressaca
A presidente Patricia Amorim, enfim, voltou a aparecer na Gávea ontem e prometeu “que vai para a guerra”, ou seja, não deixará que a derrota nas urnas para vereadora pese na disputa pela reeleição no Flamengo. A mandatária até marcou reunião com a diretoria para definir diretrizes da campanha.

DE LETRA
“Está acontecendo um uso descarado da máquina eleitoral. O meu adversário precisa do Grêmio para se manter como deputado estadual”
Fábio Koff, ex-presidente e candidato à presidência do Grêmio na eleição do dia 21. Seu adversário é o presidente do clube, Paulo Odone, que também é deputado estadual.



MaisRecentes

Neymar é o alvo do Real Madrid para o lugar de Cristiano Ronaldo, revela jornalista espanhol



Continue Lendo

Volante Gabriel pode deixar o Corinthians e ir para o futebol grego



Continue Lendo

Facebook e Esporte Interativo podem se unir por direitos da Liga dos Campeões no Brasil



Continue Lendo