Rosenberg diz que, por ele, Brasil não faria a Copa



O vice-presidente do Corinthians, Luis Paulo Rosenberg, disse nesta quarta-feira num evento em São Paulo que, se tivesse sido consultado, recomendaria que o Brasil não organizasse a Copa do Mundo, mas disse que o evento será “um sucesso”.

– Eu posso garantir isso – afirmou.

Numa mesa redonda do 22º Encontro Internacional de Marketing e Comunicação, organizado pela revista “Meio e Mensagem”, Rosenberg afirmou que o Brasil não tem a ganhar nos dois principais motivos para se realizar uma Copa: tornar o país mais conhecido e melhorar a qualidade e popularidade do futebol no país.

O vice-presidente do clube cujo estádio será o palco de abertura da Copa de 2014 citou que Coréia do Sul e África do Sul organizaram Mundiais pelo primeiro motivo, e Estados Unidos e Japão, pelo segundo.

– Não é nosso caso. O Brasil é conhecido no mundo todo e a nossa paixão pelo futebol, se aumentar, tem colocar o país todo num hospício.

Sobre os risco de problemas de trânsito e atrasos nos aeroportos, Rosenberg disse que não tem a menor dúvida de acontecerão

– Mas isso não tem nada a ver com o sucesso da Copa.  A Copa não é para quem está no país. É para quem está fora. O sucesso (ou fracasso) se decide fora do país, por quem vê pela TV. A Copa da África do Sul teve vários problemas, mas para quem viu pela TV foi um sucesso. E isso é o que vale.

Marcas
Antes de Rosenberg, o especialista em desenvolvimento e valorização de marcas Luis Groterra, da Brandia, disse que o Brasil está perdendo a chance aproveitar esses eventos para valorizar sua marca.

Groterra também criticou o logo da Copa do Mundo, criticou a dissociação entre ele e o lema da Copa “Todos juntos num só ritmo” e ainda mais o mascote e os possíveis nomes.

– Nada disso tem a ver com a imagem que se quer passar do Brasil – disse. Em contrapartida, elogiou o logo dos Jogos Olímpicos de 2016 e minimizou as acusações de plágio.

 



MaisRecentes

Contestado no São Paulo, Aguirre pode dar lugar a Rogério Ceni no fim da temporada



Continue Lendo

Oposição vai pedir que Diego Alves permaneça no Flamengo



Continue Lendo

Oposição se enfurece com Bandeira de Mello e pode pedir a sua exclusão do Flamengo



Continue Lendo