Grupo de situação ‘racha’ no Flamengo



O grupo da presidente Patricia Amorim rachou às vésperas da inscrição das chapas para a eleição presidencial. O vice de Patrimônio, Alexandre Wrobel, um dos mais respeitados da diretoria, irritou Amorim ao se recusar a sair como vice na chapa e foi colocado de fora na reunião que escolheu o vice. E sua presença numa próxima gestão está ameaçada. Além disso, Patricia coleciona atritos com outros aliados.

Força
O vice de Finanças, Michel Levy, mostrou que está próximo da presidente Patricia Amorim, ao participar da reunião de ontem que escolheu o vice. “Houve uns aliados que disseram que eu não iria fazer parte. Mas tem que colocar a cara. Poucos têm coragem de fazer igual a mim, assumir o que falo.”

De fininho
O vice-presidente do Flamengo, Hélio Ferraz, será mais um deixar a diretoria no período pré-eleitoral. Entre as próximas quinta e segunda-feira, Ferraz irá pedir licença do cargo. E ficará afastado até depois da eleição, marcada para a primeira segunda-feira de dezembro. Ferraz pertence ao grupo Vitória, que preside os dois principais conselhos do clube.

Cobrança
O grupo Cruzada Vascaína está inconformado com a demora de Abílio Borges em entregar o parecer do Conselho Fiscal do Vasco que reprovou as contas de 2011. Membros da oposição entregaram carta a Borges, presidente do Conselho Deliberativo, exigindo que possam ter acesso aos documentos.

Geladeira virtual
A Brahma, que tem parceria com mais de 30 clubes, vai lançar um site que permitirá aos torcedores que comprem latas com o escudo do seu time, mesmo morando fora do estado da sede do clube. E quem fizer isso ajudará a engordar o fundo de apoio à infra-estrutura do seu clube, na proporção de um centavo por lata.

Modernidade
A Arena Grêmio será o primeiro estádio do Brasil com gramado com drenagem a vácuo, que suga a água da chuva mais rápido e ajuda a aerar e até a molhar molhar as raízes em período de seca. O plantio do gramado deve começar em dez dias. Daqui a 68, o campo será usado pela primeira vez, na partida inaugural contra o Hamburgo (ALE).

Portas abertas
O Corinthians reduziu a taxa que cobrava para reintegrar sócios que tinham sido afastados por inadimplência. Anteriormente, eles tinham de pagar mil reais, preço do título. O valor foi reduzido para R$ 500. Essa anistia, ainda que pela metade, era uma reivindicação de conselheiros ligados ao presidente Mario Gobbi.

Ginástica
Conselheiros do Palmeiras dizem que o clube está gastando R$ 21 mil mensais apenas para que os sócios possam frequentar uma academia na vizinhança. Como o serviço caiu nas graças dos usuários, a diretoria estuda manter o serviço mesmo depois que reinaugurar sua própria academia na sede do clube.

Geladeira
O clima para o vice Luis Paulo Rosenberg continua pesado no Corinthians. Conselheiros dizem que até do presidente Mario Gobbi está mais distante. Na festa de aniversário, teve participação discreta. Quando foi cumprimentar os diretores, Gobbi o fez em nome do outro vice, Elie Werdo.

DE LETRA
“O Palmeiras não está preparado para administrar um clube verticalizado”
Gilto Avallone, conselheiro, recordando que há duas semanas, sócios, inclusive crianças, ficaram presos nos elevadores e levaram duas horas e meio para ser resgatados



MaisRecentes

Após confirmação de Valentim em 2019, goleiro Martín Silva deve sair do Vasco



Continue Lendo

Arena da Baixada recebe evento com forças da segurança pública do Paraná



Continue Lendo

Justiça determina que eleição no Volta Redonda tenha urna para sócios ‘sub judice’



Continue Lendo