Wrobel recusa convite para ser vice de Patricia Amorim



O vice-presidente de Patrimônio do Flamengo, Alexandre Wrobel, não aceitou ser o vice-presidente da chapa de Patricia Amorim para a eleição presidencial de dezembro. Wrobel comunicou Amorim ontem à tarde, alegando motivos particulares. O dirigente, contudo, afirmou à mandatária que continuará apoiando a administração.

A recusa de Wrobel, inesperada pela dirigente, pode adiar o lançamento da candidatura de Patricia Amorim, que aconteceria neste sábado na Gávea. O vice de administração Cacau Cotta e o presidente do conselho deliberativo, Silvio Capanema foram cogitados para ocupar o cargo de vice, o que ainda não foi definido.

Wrobel se destacou por conseguir investimentos para o clube, por convencer o Conselho a aprovar o projeto da REX para o Morro da Viúva e, em determinado momento, foi cogitado para ser candidato a presidente caso Amorim resolvesse não concorrer.



MaisRecentes

Bioquímico que defendeu Guerrero pede que processos não sejam “inquisição moderna”



Continue Lendo

Palmeiras pode receber proposta pelo lateral Victor Luis



Continue Lendo

CBF mantém rodada do Brasileirão, mas Anac vê risco de aviões não decolarem



Continue Lendo