BMG vai manter sua presença no futebol



A nova empresa criada em parceria com o Itaú, a BMG/Itaú Créditos Consignados, não vai impedir que o BMG, que manterá suas operações, continue com os patrocínios próprios no esporte. Segundo a avaliação da empresa, a atuação dos dois bancos não é conflitante: um faz aporte em clubes de futebol, enquanto o outro patrocina a Seleção Brasileira e compra inserções em TV aberta. Em novembro, o BMG decidirá quais patrocínios vai renovar para 2013.

Corrida
O vice do Flamengo, Hélio Ferraz deve conversar também com o grupo de executivos, entre eles Carlos Langoni, para fechar um apoio, caso dispute a presidência. Segundo aliados, Ferraz já se comporta como candidato, ao costurar alianças políticas, mas, por precaução, ainda não deu nenhuma confirmação.

Ameaçado
O paranaense Evandro Roman conseguiu completar apenas sete tiros de 100 m dos 20 que eram necessários para completar essa prova no teste físico para árbitros da Fifa. Roman terá outras chances, mas dada a evolução que precisará alcançar até os testes de outubro, não é improvável que perca o escudo.

Sem estresse
Apesar de ter reclamado publicamente da diferença entre os R$ 188 milhões pedidos e os R$ 181 milhões concedidos pelo BNDES no empréstimo para a reforma da Arena da Baixada, a diretoria do Atlético-PR não vai refazer o orçamento para cortar os custos. O clube acredita que conseguirá cobrir a diferença com descontos de fornecedores.

Terceiro Mundo
Comitês olímpicos estrangeiros estão alarmados com a falta de infra-estrutura para montar suas bases no Rio de Janeiro em 2016. Por exemplo, não existe no estado nenhuma piscina olímpica coberta e com água aquecida. Londres tinha mais de dez, ocupadas pelas maiores equipes olímpicas, para aclimatação, incluindo o Brasil.

Calendário
A CBF afirma que não negociou com a Pitch International a cessão dos direitos de jogos da CBF por dez anos. Diz apenas que endossou a venda dos direitos da Isec, empresa que detinha os direitos, para a Pitch. O cartola da CBF não soube explicar por que os dois contratos têm durações diferentes. O primeiro iria até 2018.

Novos rumos
O diretor de Seleções da CBF Andrés Sanchez só anunciará mudanças na corpo técnico da Seleção quando voltar do Mundial sub-20 feminino. Na CBF, alguns dão como certas mudanças no estafe de Mano Menezes, que foi confirmado no cargo, mesmo com a frustrante medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Londres.

Cabo de guerra
A Associação Brasileira de Executivos de Futebol (Abex) segue discutindo com as federações estaduais propostas de mudança de calendário. A diretoria da Abex diz que consegue convencer as maiores, como FPF e Fferj, que têm seus times em outros torneios, mas não vê chances de persuadir federações menores a reduzirem seus campeonatos.

Interesse
Aliados do ex-presidente do Palmeiras Affonso Della Monica dizem que o antecessor Mustafá Contursi já o procurou três vezes para negociar uma composição para as próximas eleições, mas que foi repelido. Mustafá nega: “Nem procurei, nem fui procurado. Sob hipótese alguma. Continuo sozinho”.

DE LETRA
“Não vejo nenhum motivo para um clube de futebol receber dinheiro público. Os clubes têm muitas fontes de receita”
Mustafá Contursi, ex-presidente do Palmeiras sobre as regras para uso de dinheiro público no esporte, em debate no Congresso



  • luiz

    Puts é a segunda vez que tenho que concordar com Mustafá que isso (o homem é uma praga mas tem hora que solta algumas coisas boas)

    nenhum clube deveria receber dinheiro publico.

  • O Andrés Sanchez e o Mano Meneses vão afundar a Seleção Brasileira. Dirigentes da CBF abram os olhos e tirem estes caras de lá URGENTEMENTE, pois senão vamos correr o risco de sermos desclassificados na primeira fase do mundial. Lembram-se do Dunga? Teimaram com ele e deu no que deu. O Mano não sabe nem convocar jogadores. Como pode ele convocar aquele grosso do Sandro e deixar o Casemiro do São Paulo fora. Estes dois corintianos vão nos afundar…

  • cristovão joaquim vidal de carvalho

    Esse técnico do botafogo, é arrogante e incompetente, pois até agora não ganhou nada, perdeu o carioca com um chocolate do flu..a copa brasil, para o vitória da segunda divisão, agora vai sair pela baba do palmeira, e o mesmo tem uma tremenda marra, mandou todo o ataque do bota embora, para trazer esses mediocres e rejeitados em outros clubes. Não queria mudar o esquema para o locco jogar, até o mesmo ir embora , a zaga é mediocre, o Antonio Carlos foi mandado embora do atletico par., por deficiencia tecnica e fabio ferreira, a torcida do corinthians não quer ver nem pintado, os dois são titulares do botafogo. fora oswaldo e anderson barros , presidente vamos dar uma satisfação a torcida , contrate craques e não mediocre, pois a torcida já não aguenta passar vergonha .

  • Max

    O Corintinhans, tem que fazer um busto ..uma estatua . colocar o nome daquele tal ITAQUERÃO E lulãoooo So assim para conseguir um estadio, uma libertadores e uns caraminguas ai afora.

  • LUIS CLÁUDIO

    Sobre a frase de Mustafá Contursi, de que o dinheiro público não deve ser usado em clube de futebol, eu concordo plenamente. Todos sabemos do protecionismo que existe para certos times no Brasil e é extremamente injusto que se aplique dinheiro em alguns clubes. Seria mais interessante e justo se estas empresas públicas pagassem, por exemplo, as passagens aéreas de todas as equipes. Ajudassem nos esportes olímpicos e outras coisas mais. Mas não em clubes de futebol como patrocinadoras.

  • Sou obrigado a concordar c/o sr. Mustafá Contursi. Nenhum clube tem o direito de depender de dinheiro público. Isto é política de País comunista. Os clubes deveriam ter um pouco de mais criatividade, procurar fontes alternativas de receitas e ñ.ficar mendigando recursos de organizações q.no fundo, no fundo, querem ver os clubes de chapéu na mão e comendo em s/mãos! Pobre futebol brasileiro. A q.ppnto cegamos, hein? Onde vamos parar? Só Deus sabe!!!

MaisRecentes

CBF começa treinar instrutores para curso do árbitro de vídeo



Continue Lendo

Se estrear na próxima rodada, árbitro de vídeo não será para todos os jogos da Série A



Continue Lendo

Licenciamento vira argumento de CBF e clubes para minimizar liminar contra exigência de CND



Continue Lendo