BMG vai manter sua presença no futebol



A nova empresa criada em parceria com o Itaú, a BMG/Itaú Créditos Consignados, não vai impedir que o BMG, que manterá suas operações, continue com os patrocínios próprios no esporte. Segundo a avaliação da empresa, a atuação dos dois bancos não é conflitante: um faz aporte em clubes de futebol, enquanto o outro patrocina a Seleção Brasileira e compra inserções em TV aberta. Em novembro, o BMG decidirá quais patrocínios vai renovar para 2013.

Corrida
O vice do Flamengo, Hélio Ferraz deve conversar também com o grupo de executivos, entre eles Carlos Langoni, para fechar um apoio, caso dispute a presidência. Segundo aliados, Ferraz já se comporta como candidato, ao costurar alianças políticas, mas, por precaução, ainda não deu nenhuma confirmação.

Ameaçado
O paranaense Evandro Roman conseguiu completar apenas sete tiros de 100 m dos 20 que eram necessários para completar essa prova no teste físico para árbitros da Fifa. Roman terá outras chances, mas dada a evolução que precisará alcançar até os testes de outubro, não é improvável que perca o escudo.

Sem estresse
Apesar de ter reclamado publicamente da diferença entre os R$ 188 milhões pedidos e os R$ 181 milhões concedidos pelo BNDES no empréstimo para a reforma da Arena da Baixada, a diretoria do Atlético-PR não vai refazer o orçamento para cortar os custos. O clube acredita que conseguirá cobrir a diferença com descontos de fornecedores.

Terceiro Mundo
Comitês olímpicos estrangeiros estão alarmados com a falta de infra-estrutura para montar suas bases no Rio de Janeiro em 2016. Por exemplo, não existe no estado nenhuma piscina olímpica coberta e com água aquecida. Londres tinha mais de dez, ocupadas pelas maiores equipes olímpicas, para aclimatação, incluindo o Brasil.

Calendário
A CBF afirma que não negociou com a Pitch International a cessão dos direitos de jogos da CBF por dez anos. Diz apenas que endossou a venda dos direitos da Isec, empresa que detinha os direitos, para a Pitch. O cartola da CBF não soube explicar por que os dois contratos têm durações diferentes. O primeiro iria até 2018.

Novos rumos
O diretor de Seleções da CBF Andrés Sanchez só anunciará mudanças na corpo técnico da Seleção quando voltar do Mundial sub-20 feminino. Na CBF, alguns dão como certas mudanças no estafe de Mano Menezes, que foi confirmado no cargo, mesmo com a frustrante medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Londres.

Cabo de guerra
A Associação Brasileira de Executivos de Futebol (Abex) segue discutindo com as federações estaduais propostas de mudança de calendário. A diretoria da Abex diz que consegue convencer as maiores, como FPF e Fferj, que têm seus times em outros torneios, mas não vê chances de persuadir federações menores a reduzirem seus campeonatos.

Interesse
Aliados do ex-presidente do Palmeiras Affonso Della Monica dizem que o antecessor Mustafá Contursi já o procurou três vezes para negociar uma composição para as próximas eleições, mas que foi repelido. Mustafá nega: “Nem procurei, nem fui procurado. Sob hipótese alguma. Continuo sozinho”.

DE LETRA
“Não vejo nenhum motivo para um clube de futebol receber dinheiro público. Os clubes têm muitas fontes de receita”
Mustafá Contursi, ex-presidente do Palmeiras sobre as regras para uso de dinheiro público no esporte, em debate no Congresso



MaisRecentes

Oposição se enfurece com Bandeira de Mello e pode pedir a sua exclusão do Flamengo



Continue Lendo

Luiz Felipe Scolari pode ter contrato estendido até 2022 e depois virar manager



Continue Lendo

CBF deve se reunir com clubes para falar de manifestações políticas



Continue Lendo