São Paulo admite não ter patrocínio em 2012



Diretores já começam a admitir que o São Paulo poderá passar o ano sem um patrocinador master. Dizem que o clube não terá dificuldades para assimilar uma perda de receita que eles mesmos avaliam na casa dos R$ 30 milhões, o que choca com o resultado do último balanço, que, tendo o patrocinador, registrou superávit de apenas R$ 200 mil. Desde os anos 80, pelo menos, jamais um grande clube brasileiro passou o ano todo com o peito da camisa limpo.

Eleitorado
Dos sócios anistiados pelo Flamengo, 38% se puderem votarão em Patricia Amorim na eleição de dezembro e 25% disseram que podem votar nela. A pesquisa, feita em julho, e abordou outros temas, como satisfação com a gestão. O Conselho Deliberativo ainda decidirá se os anistiados poderão votar.

Linha direta
O Palmeiras mantém contato com Juan Figer para contratar o volante uruguaio Mathias Cardacio, hoje sem clube. O negócio é tratado entre o agente e o presidente Arnaldo Tirone. Foger diz que o acordo pode ser concretizado até o fim do mês, mas diz que o volante tem outra proposta, de um clube europeu.

Rouba-monte
Pessoas ligadas ao meia Lucas, do São Paulo, afirmam que o clube quer que o agente do jogador, Wagner Ribeiro, abra mão da comissão para aceitar a última proposta do Manchester United. Além disso, o São Paulo quer que Lucas ceda os 20% dos próprios direitos econômicos que detém para o clube. O clube inglês deve voltar com nova oferta.

Parceria
A Arena Grêmio contratou a Amsterdam Arena para uma consultoria até dezembro. A empresa vai ajudar a estruturar e implementar a operação do novo estádio, principalmente pela capacidade multiuso do espaço. A Arena será inaugurada em dezembro, numa partida entre Grêmio e Hamburgo (ALE).

Taça para todos
O Corinthians assinou com a Conmebol um acordo para produzir réplicas da taça da Libertadores. Serão produzidas várias versões da taça com preços diferenciados. O Corinthians também produzirá uma medalha, que não será igual às entregues aos jogadores. A Conmebol, além de receber royalties, escolheu a empresa que será a fabricante.

Paz dos vencedores
Depois de conseguir confinar o vice de Finanças, Michel Levy, com a criação do cargo de diretor executivo de Finanças, seus desafetos mudaram de discurso. Sumiram as críticas veladas e sobram só elogios ao cartola. Mas a guerra não terminou. Só acaba quando convencerem Patricia Amorim a tirá-lo da próxima diretoria

Apertando os cintos
O Fluminense vai cortar 14% do orçamento previsto dos Esportes Olímpicos para este semestre. Segundo o departamento, será necessário encerrar as atividades de três modalidades esportivas, mas ainda não decidiu quais serão. O setor é um dos mais problemáticos para o presidente Peter Siemsen, do ponto de vista político.

Enrolado
A possível rescisão de Kaká com o Real Madrid não animou dirigentes do São Paulo, clube que o revelou. A diretoria já foi informada que, mesmo sem contrato, Kaká teria de brigar na Justiça do Trabalho para conseguir voltar ao Brasil agora, após o fechamento da janela para contratações do exterior.

DE LETRA
“Só me considerei casado quando o Padre deu a bênção, e mesmo assim só durou 19 anos. Ou seja, toda cautela é pouca com contratação”
Luis Alvaro Ribeiro, presidente do Santos, que já foi casado três vezes e contratou quatro jogadores na janela do meio deste ano.



MaisRecentes

Dentista explica que assimetria facial pode deixar atletas sujeitos a lesões



Continue Lendo

Paris Saint-Germain (FRA) fará ação social na favela da Rocinha



Continue Lendo

Árbitros Fifa do Rio de Janeiro alcançam as maiores notas nos testes teóricos



Continue Lendo