São Paulo admite não ter patrocínio em 2012



Diretores já começam a admitir que o São Paulo poderá passar o ano sem um patrocinador master. Dizem que o clube não terá dificuldades para assimilar uma perda de receita que eles mesmos avaliam na casa dos R$ 30 milhões, o que choca com o resultado do último balanço, que, tendo o patrocinador, registrou superávit de apenas R$ 200 mil. Desde os anos 80, pelo menos, jamais um grande clube brasileiro passou o ano todo com o peito da camisa limpo.

Eleitorado
Dos sócios anistiados pelo Flamengo, 38% se puderem votarão em Patricia Amorim na eleição de dezembro e 25% disseram que podem votar nela. A pesquisa, feita em julho, e abordou outros temas, como satisfação com a gestão. O Conselho Deliberativo ainda decidirá se os anistiados poderão votar.

Linha direta
O Palmeiras mantém contato com Juan Figer para contratar o volante uruguaio Mathias Cardacio, hoje sem clube. O negócio é tratado entre o agente e o presidente Arnaldo Tirone. Foger diz que o acordo pode ser concretizado até o fim do mês, mas diz que o volante tem outra proposta, de um clube europeu.

Rouba-monte
Pessoas ligadas ao meia Lucas, do São Paulo, afirmam que o clube quer que o agente do jogador, Wagner Ribeiro, abra mão da comissão para aceitar a última proposta do Manchester United. Além disso, o São Paulo quer que Lucas ceda os 20% dos próprios direitos econômicos que detém para o clube. O clube inglês deve voltar com nova oferta.

Parceria
A Arena Grêmio contratou a Amsterdam Arena para uma consultoria até dezembro. A empresa vai ajudar a estruturar e implementar a operação do novo estádio, principalmente pela capacidade multiuso do espaço. A Arena será inaugurada em dezembro, numa partida entre Grêmio e Hamburgo (ALE).

Taça para todos
O Corinthians assinou com a Conmebol um acordo para produzir réplicas da taça da Libertadores. Serão produzidas várias versões da taça com preços diferenciados. O Corinthians também produzirá uma medalha, que não será igual às entregues aos jogadores. A Conmebol, além de receber royalties, escolheu a empresa que será a fabricante.

Paz dos vencedores
Depois de conseguir confinar o vice de Finanças, Michel Levy, com a criação do cargo de diretor executivo de Finanças, seus desafetos mudaram de discurso. Sumiram as críticas veladas e sobram só elogios ao cartola. Mas a guerra não terminou. Só acaba quando convencerem Patricia Amorim a tirá-lo da próxima diretoria

Apertando os cintos
O Fluminense vai cortar 14% do orçamento previsto dos Esportes Olímpicos para este semestre. Segundo o departamento, será necessário encerrar as atividades de três modalidades esportivas, mas ainda não decidiu quais serão. O setor é um dos mais problemáticos para o presidente Peter Siemsen, do ponto de vista político.

Enrolado
A possível rescisão de Kaká com o Real Madrid não animou dirigentes do São Paulo, clube que o revelou. A diretoria já foi informada que, mesmo sem contrato, Kaká teria de brigar na Justiça do Trabalho para conseguir voltar ao Brasil agora, após o fechamento da janela para contratações do exterior.

DE LETRA
“Só me considerei casado quando o Padre deu a bênção, e mesmo assim só durou 19 anos. Ou seja, toda cautela é pouca com contratação”
Luis Alvaro Ribeiro, presidente do Santos, que já foi casado três vezes e contratou quatro jogadores na janela do meio deste ano.



MaisRecentes

Bioquímico que defendeu Guerrero pede que processos não sejam “inquisição moderna”



Continue Lendo

Palmeiras pode receber proposta pelo lateral Victor Luis



Continue Lendo

CBF mantém rodada do Brasileirão, mas Anac vê risco de aviões não decolarem



Continue Lendo