Maracanã vai ter cadeiras polonesas



Ícaro Moreno Júnior, presidente da Emop, Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio, escolheu uma cadeira fabricada na Polônia para o novo Maracanã, que terá 79 mil lugares. Embora a escolha nem tenha data para ser anunciada, Moreno já a comunicou ao consórcio que faz a reforma do estádio, liderado pela Odebrecht.
Cerca de 30 modelos competiam pela escolha. A preferida é cerca de R$ 60 mais cara do que as concorrentes mais próximas em qualidade. A medida foi recebida com estranheza por executivos do consórcio, por preterir a indústria nacional num momento difícil para a economia e em razão dos problemas de manutenção que podem acontecer por ser um produto importado.

Acredite se quiser
Virou motivo de piada na Gávea a explicação do diretor Zinho para a negativa de Riquelme em aceitar a oferta do Flamengo. Diretores dizem que o meia argentino já tinha mostrado falta de interesse bem antes. E vários comemoraram o fracasso do negócio, apontando a idade e o histórico de atritos que o astro argentino acumula por onde passa.

Substituição
O ex-árbitro Sálvio Spínola substituirá Armando Marques na comissão de arbitragem na Conmebol. Spínola já teve seu nome indicado pela CBF e aprovado pela confederação. O motivo da troca foi a idade de Marques, que fez 82 anos. Em 2011, Spinola, quando teve seu escudo Fifa cassado pela CBF, se aposentou sem chiar.

Concorrente
O Corinthians foi avisado um dia antes que o presidente Andrés Sanchez iria fazer campanha para uma agência de turismo concorrente à do clube para a venda de pacotes para o Mundial do Japão. Na diretoria, ninguém criticou. Mas conselheiros, até de seu grupo, disseram que o cartola prejudicou a imagem do clube.

Persistência
Os executivos do Manchester United Jim Lawlor, chefe dos olheiros, e John Alexander, secretário-geral, continuam no Brasil mesmo após a recusa do São Paulo à proposta de R$ 94 milhões feita pelo meia-atacante Lucas. Dirigentes do São Paulo afirmam que os ingleses devem tentar nos próximos dias uma última investida.

Manso
Dirigentes do São Paulo afirmam que o presidente Juvenal Juvêncio foi convencido a não interferir no trabalho do técnico Ney Franco, ao menos no início. Os mesmos dizem que, com Emerson Leão, o episódio de afastamento do zagueiro Paulo Miranda foi apenas a ponta do iceberg da interferência do mandatário.

Contrariado
Severino Silva, pai do meia Willian, do Shakhtar Donetsk, viaja à Ucrânia nos próximos dias para conversar com a diretoria do clube. Silva está insatisfeito por conta da recusa da proposta de 30 milhões de euros do Chelsea pelo jogador, e vai avisar o Shakhtar que Willian não renovará seu contrato, e deve deixar o clube em julho de 2014, quando o vínculo acaba.

Nova fase
Ano e meio após a eleição de Peter Siemsen, quando sua chapa também ocupou todas as cadeiras eleitas do Conselho, ressurgiu a oposição no Fluminense. Anteontem, cerca de 40 pessoas, incluindo membros de dois grupos da base de Siemsen, debateram o que chamam de ausência de comando no Flu.

DE LETRA
“Deve ter uma prateleira só com os pedidos de sindicância contra mim”
Gilto Avallone, conselheiro do Palmeiras que é alvo de duas sindicâncias. O conselheiro diz que não foi notificado de nenhuma Ele também pediu uma contra o presidente Arnaldo Tirone, a quem acusa de agressão.



MaisRecentes

Lei de Incentivo ao Esporte tem quase 4 mil processos com prestação de contas pendente



Continue Lendo

Federação Baiana inicia vistoria em estádios para o Estadual de 2018



Continue Lendo

Clube gaúcho é investigado por impedir estudo de atletas da base



Continue Lendo