Levy divide diretoria do Flamengo



A atuação do vice-presidente de Finanças, Michel Levy, divide a diretoria do Flamengo. Vários vices não o suportam mais, mas não abrem guerra aberta por causa do prestígio que ele ainda tem com a presidente Patricia Amorim e para não dar munição para a oposição em ano eleitoral. Mesmo quem o apoia diz não ter certeza se ele será mantido no cargo numa eventual próxima gestão de Patrícia Amorim. Levy é acusado de ser individualista demais.

Joia da coroa

Já está quente dentro da diretoria do Flamengo a disputa pelo comando do futebol no segundo mandato de Patricia Amorim – que na situação é tido como quase certo. O grupo de Walter Oaquim trabalha para manter o atual vice Paulo Cesar Coutinho, que leva chumbo de quase todos os lados.

Prolongamento

O São Paulo deve assinar até o fim da próxima semana a renovação com a Rede Globo pelos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro. Segundo a diretoria, as partes ainda negociam, mas estão próximas de um acordo. A bonificação pelo prolongamento do vínculo com a emissora renderá mais de R$ 30 milhões.

Estampa

A Kia Motors não vai continuar com o patrocínio do ombro do uniforme do Palmeiras. A montadora, que tem contrato com o clube até 2014, deve ampliar a participação no ano que vem. Por isso, descarta maiores investimentos na atual temporada. O Palmeiras já busca outra empresa para vender o espaço até o final de 2012.

Telefone

Agora é a vez do Al-Jazira (EAU) dar canseira no Fluminense. Após representantes do clube árabe no Brasil largarem a negociação de Rafael Sóbis na semana passada, o Flu e agente do jogador não receberam resposta à proposta enviada na última sexta-feira. O Tricolor quer 30% de desconto sobre os 5 milhões de euros pedidos pelos árabes.

Valor menor

A mulltinacional Finance Brand lançou há 40 dias avaliação das marcas dos clubes do mundo. O Manchester United é o primeiro, com cerca de R$ 1,7 bilhão. O Corinthians, em 24º, é o melhor brasileiro, com R$ 150 milhões, 15% do valor obtido pela BDO RCS. A FB diz que o clube não lhe deu as informações pedidas.

Caixa

Até agora, o saldo da entrada e saída de jogadores nesta janela de transferências foi muito vantajoso financeiramente para o Corinthians. Apenas o que o clube arrecadará e deixará de gastar com Alex quase vai pagar o investimento e salários de Martinez e Guerrero, por exemplo. Sem contar as saídas recentes de Leandro Castán e William.

Transparência

Grupos de sócios e conselheiros querem que o presidente do Corinthians Mario Gobbi divulgue a parte que o clube possui nos direitos econômicos de cada jogador. Há duas semanas, o Independiente (ARG) divulgou em seu site que o meia Defederico não pertence ao Corinthians. O clube afirma ter 80% dos seus direitos.

Na vitrine

Dirigentes do São Paulo afirmam que o presidente Juvenal Juvêncio tratava Lucas como inegociável até esta semana, quando recebeu propostas do Manchester United. Agora, creem que Juvenal aceite vendê-lo caso recebam proposta de 35 milhões de euros (R$ 87 milhões) pelos 80% dos direitos do clube.

De Letra

“Já vieram falar comigo, gosto muito da ideia. Se for para escolher o Tirone, que sentemos numa mesa e aparemos as arestas.”
Wlademir Pescarmona, pré-candidato da UVB à presidência do Palmeiras, sinalizando uma composição com Affonso Della Monica e o atual presidente Arnaldo Tirone.



  • giovane

    Pessoal acabei de conhecer um novo jogo estilo brasfoot mas muuuuuuito melhor, é online dá para jogar com seus amigos e tem patrocinador, estadio, ct e tudo mais…entrem ai e confiram http://futmanager.com/futebol-online/spmgs.html

  • Victor Dunstan

    BDO/RCS tem como seu proprietário majoritário o diretor financeiro do Corinthians, Raul Corrêa da Silva, com iniciais em seu nome “RCS” que nominam a empresa….sem credibilidadee pra se falar de 1bilhão!!

MaisRecentes

Lei de Incentivo ao Esporte tem quase 4 mil processos com prestação de contas pendente



Continue Lendo

Federação Baiana inicia vistoria em estádios para o Estadual de 2018



Continue Lendo

Clube gaúcho é investigado por impedir estudo de atletas da base



Continue Lendo