Para conselheiros, Juvenal usou Marin para retaliar Teixeira



Conselheiros do São Paulo afirmam o presidente Juvenal Juvêncio quis retaliar o ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira ao articular a escolha do CT de Cotia para receber a Seleção Brasileira, em setembro, antes do jogo contra a África do Sul. Juvenal conseguiu isso com o prestígio que tem junto a José Maria Marin, sucessor escolhido por Teixeira na CBF. No fim de junho, o presidente José Maria Marin e o diretor de seleções Andrés Sanchez visitaram o local. Com Teixeira, o São Paulo não tinha boas relações com a CBF.

Sem paulistério
Ainda é pequena a presença de profissionais de São Paulo nos quadros da CBF. Os principais atuam na área de auditoria. O presidente José Maria Marin busca conhecer em detalhes os gastos da entidade. Quer mais dinheiro para investir, pois já comprometeu R$ 70 milhões com a compra da nova sede.

Mutirão
O empresário rubro-negro Jorge Rodrigues, dono da Triunfo, um dos patrocinadores do Flamengo, vai entregar no dia 23 num principais hoteis do Rio, planos de ideias aos candidatos à presidência nas eleições de dezembro. Rodrigues se apresenta como apartidário e reuniu centenas de rubro-negros para buscar ideais para tirar o clube da crise.

Ambiente
Artur Rocha, presidente da Comissão de Finanças do Conselho Deliberativo do Flamengo, pode deixar o cargo, de acordo com conselheiros do clube. Mesmo há pouco menos de seis meses do fim do atual mandato do Conselho, Rocha já não teria mais o apoio da maioria na comissão. Porém, nenhum pedido de saída foi oficializado no órgão.

Raízes
Dirigentes do Corinthians afirmam que o clube negocia com duas empresas dinheiro para a construção do CT da base, ao lado do CT profissional, pela Lei de Incentivo ao Esporte. A diretoria pretende começar as obras em setembro. O projeto é avaliado em R$ 43 milhões. A obra de terraplenagem está perto do final.

Parcelado
O Sindiclubes espera para hoje a resposta da Justiça trabalhista sobre a liberação da segunda parcela de 2012 do patrocínio da Eletrobras, que servirá para pagamento de salários do Vasco. Segundo o sindicato, as folhas de pagamento de maio e junho estão atrasadas, somando cerca de R$ 7 milhões em débitos.

Resguardo
O presidente da Ferj, Rubens Lopes, vai se afastar do jogo político da CBF por alguns meses. Após a derrota para Marco Polo Del Nero na disputa pela vice-presidência da CBF, Lopes decidiu fugir dos holofotes. O fortalecimento de Del Nero na disputa para 2015 tornou a candidatura de Lopes uma incógnita.

Fezinha
Os deputados que participam do grupo de trabalho que reavalia a Timemania dizem ser impossível que a nova loteria comece a funcionar em um ano. Se avançar a proposta de apostas online para ajudar a socorrer os clubes, ela teria que passar por várias comissões na Câmara e no Senado, uma vez que a prática não é permitida no Brasil.

Motivo
Pessoas próximas do meia Lucas, do São Paulo, afirmam que ele está aliviado com a saída do técnico Emerson Leão, e com a chegada de Ney Franco. Dizem que a mudança pode ser decisiva para que ele recuse propostas do exterior. Lembram, no entanto, que Lucas não descarta jogar na Europa dependendo do rendimento do São Paulo até o fim de agosto, quando volta da Olimpíada de Londres.

DE LETRA
A marca do Flamengo está enxovalhada
Ronaldo Gonlevsky, pré-candidato a presidente do Flamengo pelo grupo Planeta Fla



MaisRecentes

Melhor da Série A, árbitro da final do Paulista apitou poucos jogos de grandes



Continue Lendo

Ibope da final da Superliga agrada CBV



Continue Lendo

Além da França, CBF conversa com Rússia por amistoso da Seleção



Continue Lendo