Corinthians ameaça punir conselheiros



Após a Libertadores, o Corinthians está perto de outro feito histórico. O Conselho Deliberativo decidiu dar prosseguimento ao processo de expulsão de quatro conselheiros vitalícios por falta de pagamento das mensalidades. A cassação foi pedida pela comissão de ética ainda na gestão passada, mas o processo ficou parado. A nova mesa do CD decidiu que acusados poderão apresentar nova defesa e depois seus casos irão a julgamento.

Obrigado e adeus
Alguns diretores do Corinthians estão felizes com o surgimento da proposta pelo meia Alex. Dizem que são gratos a ele pelo seu papel na conquista da Libertadores, mas que o jogador não justificou o investimento. Querem pegar o dinheiro da venda e investir em quem possa render mais no Mundial do Japão.

Berlinda
O presidente do Conselheiro Deliberativo do Palmeiras, José Angelo Vergamine, afirma que aceita se comprometer por escrito a convocar o CD para discutir a eleição direta no clube se os proponentes retirarem a ação na Justiça. Vergamine ficou assustado ao saber que conselheiros querem seu impeachment por adiar o tema.

Água
O Fluminense finaliza o contrato para a reforma da sua piscina olímpica, que deve custar em torno de R$ 1 milhão. A obra deve ser concluída em quatro meses, sendo reinagurada no início do verão. Mesmo com a chance de parceria com comitês olímpicos estrangeiros, caso da Holanda, para os Jogos de 2016, a diretoria decidiu não mais protelar a reforma.

Sem barulho
Fábio Koff, presidente do Clube dos 13, não deve acionar o Goiás na Justiça para cobrar uma dívida de R$ 3,2 milhões, que é contestada pelo clube. Considera que isso geraria mais desgaste e que tudo deve ser conduzido com negociação. Assim, o encerramento definitivo do C13 foi estendido mais uma vez.

CBF amiga
Conselheiros do São Paulo admitem que a relação com o presidente da CBF, José Maria Marin, foi chave para a contratação do técnico Ney Franco às vésperas das Olimpíadas. Lembram que há um ano, ainda com Ricardo Teixeira na entidade, o Santos tentou contratar o treinador antes de ir atrás Muricy Ramalho e não conseguiu tirá-lo da CBF.

Hora extra
O Conselho Fiscal do Vasco vai fazer mais um sábado de trabalho para tentar fechar o parecer do balanço de 2011. Mesmo com a demora, os conselheiros do clube não devem fazer pressão para que saia logo, uma vez que preferem que a reunião de votação das contas no Deliberativo não seja feita sem parecer.

Corda bamba
A conquista da Libertadores pelo Corinthians, anteontem, em São Paulo, deixou uma ala política do Flamengo com o cabelo em pé. Esta ala argumenta que o Rubro-Negro perdeu terreno tanto no cenário político como no esportivo e que, a continuar assim, pode ser ultrapassado pelos rival, o segundo de maior torcida no Brasil.

Namoro
Conselheiros de oposição do Corinthians veem Andrés Sanchez, a quem buscam atrair, fortalecido com o título da Libertadores. Dizem que o ex-presidente foi mais festejado que o atual, Mário Gobbi. Anteontem, Sanchez viu a final na arquibancada, ao lado do amigo e ex-diretor André Luiz Oliveira.

DE LETRA
“Acabou o peso. A obrigação foi cumprida. Agora, vamos nos divertir. Vamos jogar o Brasileiro por prazer”
Sérgio Alvarenga, assessor especial do presidente do Corinthians, Mario Gobbi. Em 2008, o técnico Renato Gaúcho, do Flu, fez declaração semelhante antes da final da Libertadores e depois perdeu



MaisRecentes

Além da França, CBF conversa com Rússia por amistoso da Seleção



Continue Lendo

CBF aumenta gasto com federações e com as quatro Séries do Brasileiro



Continue Lendo

Flamengo x Botafogo tem prejuízo maior do que Fluminense x Vasco



Continue Lendo