Tirone evolui contas mas não aplaca COF



O Palmeiras de Arnaldo Tirone teve um déficit de apenas R$ 400 mil em maio, já contando as despesas financeiras. O negativo em 2011 subiu para R$ 11,8 milhões. O futebol teve superávit de R$ 1,8 milhão. Os resultados melhores, contudo, não foram suficientes para acalmar os ânimos no COF. Os conselheiros disseram que houve um aumento anormal de receita e que quase nada foi usado para reduzir a dívida. Por isso, reprovaram de novo o balancete.

Segunda chance
O Corinthians voltou a vender espaços nos números de camisa dos jogadores para fotos de torcedores. A ideia é completar as vagas que sobraram para a decisão da Libertadores. Dos 430 espaços colocados à venda antes do início da competição, restam pouco menos de 60. A venda havia acabado no fim de fevereiro.

Palácio com trono
O Corinthians deve fechar na semana que vem três grandes contratos da Arena Corinthians. Eles envolvem grandes fornecedores – um será o de material sanitário. Os fornecedores receberão parte em dinheiro e parte em mídia. Os diretores tentarão fechar tudo até quarta, pois temem que na quinta-feira, com qualquer resultado, não haja clima para negócios.

Oferta
O agente Juan Figer ofereceu ao Palmeiras o volante uruguaio Mathias Cardacio, de 24 anos, ao Palmeiras. Cardacio está sem clube e passou os últimos três meses no Londrina, gerido pela SM Sports, da qual Figer é sócio. O jogador atuou pelo Milan entre 2008 e 2009 e foi dispensado pelo Olympiacos (GRE) no início do ano.

Proteção
A diretoria do Palmeiras ainda não decidiu se usará o Eleven Fund Investment para facilitar o empréstimo do atacante Obina, do Shandong Luneng (CHN). Mas já definiu que não cederá partes de direitos de atletas da base com o investidor. A opção, se viabilizada, será vender parte de jogadores menos aproveitados.

Aperto
A falta de um patrocinador master para o Flamengo pode complicar a situação da próxima administração, que tomará posse no final do ano. O clube já decidiu adiantar parte das cotas de 2013 do Campeonato Brasileiro com a TG Globo, mas precisa do patrocínio para que o valor não seja muito alto. A expectativa de fechar com a Black & Decker esfriou.

Beira-mar
A reunião com candidatos promovida anteontem pelo conselheiro do Flamengo Jorge Rodrigues foi mais calma do que o esperado, muito pela ausência de Márcio Braga. Conselheiros presentes ao encontro destacaram que ficou claro que há rejeição a Braga e alguma convergência entre os oposicionistas moderados.

Resmungo
José Luiz Rolim, presidente do Conselho Deliberativo do Botafogo, marcou a reunião que vai apreciar as contas de 2011 para o dia 9. Mas conselheiros da oposição reclamam que a reunião pode ficar esvaziada em razão das férias. Segundo eles, o estatuto manda fazer a reunião até junho. A lei manda que seja até abril.

Sem fio
Conselheiros do São Paulo dizem que o presidente Juvenal Juvêncio erra ao escolher o vice social Roberto Natel para sua sucessão, caso queira agradar o amigo Laudo Natel. Dizem que a ideia agrada ao pai de Roberto, Laert Natel, mas não ao ex-presidente do clube e ex-governador de São Paulo.

DE LETRA
“Isso é uma questão de letra. Se bobear, se o Treze quisesse ir para a A, estaria lá. Só que pediu a C na Justiça”
Mauro Carmélio, presidente da Federação Cearense, sobre a decisão judicial que reconduziu o Treze ao Campeonato Brasileiro da Série C



MaisRecentes

Ministério da Fazenda dá informações erradas sobre rescisões no Profut. Clubes estão em dia



Continue Lendo

Fluminense busca patrocínios ‘experimentais’ em vez de pontuais



Continue Lendo

Botafogo perde em bilheteria, mas ‘compensa’ em premiação



Continue Lendo