Tirone evolui contas mas não aplaca COF



O Palmeiras de Arnaldo Tirone teve um déficit de apenas R$ 400 mil em maio, já contando as despesas financeiras. O negativo em 2011 subiu para R$ 11,8 milhões. O futebol teve superávit de R$ 1,8 milhão. Os resultados melhores, contudo, não foram suficientes para acalmar os ânimos no COF. Os conselheiros disseram que houve um aumento anormal de receita e que quase nada foi usado para reduzir a dívida. Por isso, reprovaram de novo o balancete.

Segunda chance
O Corinthians voltou a vender espaços nos números de camisa dos jogadores para fotos de torcedores. A ideia é completar as vagas que sobraram para a decisão da Libertadores. Dos 430 espaços colocados à venda antes do início da competição, restam pouco menos de 60. A venda havia acabado no fim de fevereiro.

Palácio com trono
O Corinthians deve fechar na semana que vem três grandes contratos da Arena Corinthians. Eles envolvem grandes fornecedores – um será o de material sanitário. Os fornecedores receberão parte em dinheiro e parte em mídia. Os diretores tentarão fechar tudo até quarta, pois temem que na quinta-feira, com qualquer resultado, não haja clima para negócios.

Oferta
O agente Juan Figer ofereceu ao Palmeiras o volante uruguaio Mathias Cardacio, de 24 anos, ao Palmeiras. Cardacio está sem clube e passou os últimos três meses no Londrina, gerido pela SM Sports, da qual Figer é sócio. O jogador atuou pelo Milan entre 2008 e 2009 e foi dispensado pelo Olympiacos (GRE) no início do ano.

Proteção
A diretoria do Palmeiras ainda não decidiu se usará o Eleven Fund Investment para facilitar o empréstimo do atacante Obina, do Shandong Luneng (CHN). Mas já definiu que não cederá partes de direitos de atletas da base com o investidor. A opção, se viabilizada, será vender parte de jogadores menos aproveitados.

Aperto
A falta de um patrocinador master para o Flamengo pode complicar a situação da próxima administração, que tomará posse no final do ano. O clube já decidiu adiantar parte das cotas de 2013 do Campeonato Brasileiro com a TG Globo, mas precisa do patrocínio para que o valor não seja muito alto. A expectativa de fechar com a Black & Decker esfriou.

Beira-mar
A reunião com candidatos promovida anteontem pelo conselheiro do Flamengo Jorge Rodrigues foi mais calma do que o esperado, muito pela ausência de Márcio Braga. Conselheiros presentes ao encontro destacaram que ficou claro que há rejeição a Braga e alguma convergência entre os oposicionistas moderados.

Resmungo
José Luiz Rolim, presidente do Conselho Deliberativo do Botafogo, marcou a reunião que vai apreciar as contas de 2011 para o dia 9. Mas conselheiros da oposição reclamam que a reunião pode ficar esvaziada em razão das férias. Segundo eles, o estatuto manda fazer a reunião até junho. A lei manda que seja até abril.

Sem fio
Conselheiros do São Paulo dizem que o presidente Juvenal Juvêncio erra ao escolher o vice social Roberto Natel para sua sucessão, caso queira agradar o amigo Laudo Natel. Dizem que a ideia agrada ao pai de Roberto, Laert Natel, mas não ao ex-presidente do clube e ex-governador de São Paulo.

DE LETRA
“Isso é uma questão de letra. Se bobear, se o Treze quisesse ir para a A, estaria lá. Só que pediu a C na Justiça”
Mauro Carmélio, presidente da Federação Cearense, sobre a decisão judicial que reconduziu o Treze ao Campeonato Brasileiro da Série C



MaisRecentes

Do corte de Prass a Neymar: Coordenador conta bastidores 1 ano após ouro olímpico



Continue Lendo

Arbitragem: Flamengo reclama na CBF ‘dentro do critério’



Continue Lendo

Presidente do Botafogo em mais um caso da ‘superstição alvinegra’



Continue Lendo