Ricardo Rocha e Lugano fora do SPFC



O ciclo de Ricardo Rocha e Lugano parece estar chegando ao fim no São Paulo. Os dois ídolos, que formavam com Raí o trio de ferro no Morumbi, deixarão o Tricolor.

+ Acompanhe o Crônicas no Morumbi no Facebook
+ Leia também os blogs do Lance: Gol de Canela | Papo de Boleiro

Os bastidores apontam que Ricardo Rocha deixará o clube depois do encerramento do Brasileirão 2018. Já Lugano ainda não é dada a saída como 100%, no entanto, a tendência é que poderá deixar o Tricolor no início do próximo ano.

Lugano e Ricardo Rocha aportaram no São Paulo em 30 de janeiro de 2018 para se somar a Raí, quem o presidente Leco incumbiu de cuidar do futebol.

Ainda que com nomenclaturas de cargos quase figurativos, verdade é que , na prática, Rocha e Lugano participaram diretamente das decisões para a contratação do técnico Aguirre,  e de jogadores. O planejamento do São Paulo passava pelo trio do Morumbi. O Blog Crônicas do Morumbi antecipou a contratação de Aguirre, quando apontou uma reunião entre Lugano e Aguirre.

O principal desgaste, ao final da temporada, se deu com a demissão do técnico uruguaio. Indicação de Lugano, nem o Dios, nem Rocha foram consultados pela demissão restando apenas cinco rodadas.

Com focos de descontentamento (quase sabotagem) no vestiário do São Paulo, pegou muito mal com Ricardo Rocha, Lugano e a torcida, Raí e Leco privilegiarem o elenco em detrimento do técnico. O Blog conversou com conselheiros do São Paulo, que avaliam a situação dos ídolos da seguinte forma: “estrutura muito cara para resultado zero”.

Com as saídas de Ricardo Rocha e Lugano, mais dois ídolos triturados no moedor de carne que se tornou o Morumbi, a pergunta que se verticaliza é: – Suportará sozinho Raí a imensa pressão que vem pela frente?



MaisRecentes

Nández e o senso de comprometimento no futebol



Continue Lendo

A Xepa do São Paulo em Chapecó



Continue Lendo

Final da Libertadores: partida deveria ser disputada na Argentina



Continue Lendo