Blogs Lance!

Crônicas do Morumbi

Independente e Dragões exigem reunião com a diretoria, comissão técnica e jogadores do SPFC



tti2

Depois do empate para a Ponte Preta, em pleno Morumbi com mais de 42 mil torcedores, e com o time patinando na 19ª posição da tabela, zona de rebaixamento, as maiores torcidas organizadas do São Paulo, Independente e Dragões da Real reivindicam uma reunião com membros da diretoria, comissão técnica e jogadores do Tricolor.

Com exclusividade para o Blog Crônicas do Morumbi, Henrique, presidente da Torcida Tricolor Independente, falou que as organizadas serão representadas por um grupo de 20 pessoas, composto também por torcedores de arquibancada, sócios-torcedores e sócios, que irão ao Centro de Treinamento para cobrar atitude, comprometimento e vontade de vencer.

Conforme nota divulgada, “jogador que não estiver a fim de honrar a camisa do São Paulo, que se retire do elenco. A torcida vem fazendo história no mundo, lotando o Morumbi,  levando caravanas para os jogos fora e até levando 18 mil pessoas em treino. Então, nada mais justo que eles escutem nossas reivindicações”.

A Independente já se posicionou que vai apoiar o time até que sejam atingidos 46 pontos, somatória necessária para livrar o time do rebaixamento. No entanto, Henrique faz um alerta: “se não aceitarem uma reunião com os torcedores, a postura das organizadas vai mudar a partir da próxima partida. Não permitiremos violência, mas vamos protestar e colocar nossas posições, frente a frente”, ressaltou.



MaisRecentes

Embaixadas Tricolores de 10 estados apoiarão o São Paulo contra o Corinthians



Continue Lendo

Vitória 1 x 2 SPFC: muito mais que três pontos



Continue Lendo

Nunca uma vitória foi tão necessária ao São Paulo



Continue Lendo

Autor

Ricardo Flaitt

Ricardo é jornalista e escritor. O futebol tabelou com sua vida quando chegaram as primeiras imagens do pai torcendo e sofrendo por um clube. O que era incompreensível nos primeiros anos, com o passar do tempo, compreendeu que o futebol era muito mais complexo que um simples correr atrás bola. Mas, quando assistiu ao primeiro vídeo de Garrincha, então, reavaliou todos os seus conceitos sobre o futebol, e a vida. Deparou-se com o imprevisível. Segue na busca de um ponto de partida, no sentido de compreender o futebol a partir do preceito de Nelson Rodrigues de que “em futebol, o pior cego é o que só vê a bola”.

flaitt.ricardo@gmail.com

@ricardo_flaitt