Clima de decisão para São Paulo x Grêmio



Novo São Paulo medirá forças com o Grêmio de Renato Gaúcho

Em 18º lugar, com 15 pontos, convivendo com a degola, a partida de hoje à noite, às 20 horas, no Morumbi, entre São Paulo e Grêmio, representa mais uma decisão para o Tricolor Paulista na Era Dorival. Em caso de vitória, o time do Morumbi chegará a 18 pontos, sairá da zona de rebaixamento, ultrapassando Avaí e Atlético-PR, ambos com 17 na tabela em 16 partidas.

Mais que uma vitória para afastar da “zona de confusão”, a partida é significativa para projetar uma retomada do São Paulo, que enfrentará um Grêmio, também pressionado, mas pela luta para se manter na cola do líder Corinthians. Os gaúchos estão com 31 pontos, 9 a menos do Timão, e vão com tudo frente ao São Paulo para vencer e, com isso, reduzir a diferença para palpáveis 6 pontos.

Verdade é que, em cantos opostos do ringue, há uma atmosfera de tudo ou nada para ambas equipes. É decisão.

A torcida Tricolor, fechada com o time por meio da campanha #unidospelospfc, comemora os mais de 25 mil ingressos vendidos. A expectativa é de ultrapassar 40 mil. A Torcida Independente, maior organizada do São Paulo, segundo o presidente Henrique, manifestou que vai reeditar o “Inferno Tricolor”, o “El Morumbi Te Mata”, nas imediações do estádio, com bandeiras, fogos.

Para o São Paulo, ainda que cedo, considerando a chegada de Dorival, servirá de parâmetro para projetar sobre o que esse novo time é capaz. A torcida está fazendo sua parte, comparecendo mesmo em dias frios e com classificação nebulosa, resta saber o tamanho da raça e nível de comprometimento desse novo elenco, formado ao longo do ano.

Dorival manterá a postura de uma base fixa para o time, à exceção de Nem, que se machucou na partida contra o Vasco. Para o seu lugar, a dúvida: Marcinho ou Lucas Fernandes? Ainda que haja pouca resistência ao nome de Marcinho, a arquibancada pede uma chance para o garoto da base tricolor.

Do outro lado do gramado, o Grêmio entrará em campo no Morumbi com um desfalque considerável: o atacante Lucas Barrios, suspenso com 3 amarelos. A partida ainda promoverá encontros inimagináveis até então, como o de Cortez, lateral que jogou pelo Botafogo, chegou à Seleção e teve uma passagem de altos e baixos no Tricolor Paulista. Também de Fernandinho, que passou pelo São Paulo e rodou o mundo.

Ao apito final, encerrando a 16ª rodada, uma coisa é certa: ou o São Paulo permanecerá ainda atordoado nas cordas do rebaixamento, ou Grêmio ganhará um round a mais na luta pelo cinturão brasileiro.



MaisRecentes

A década perdida do São Paulo



Continue Lendo

De peito aberto, São Paulo de Profeta vence o Dragão



Continue Lendo

No São Paulo, tudo parece em construção e já é ruína



Continue Lendo