Um nome na história! Vitória bate o Flamengo e alcança inédita final na Copa do Brasil sub-17



O Vitória é o primeiro finalista da Copa do Brasil sub-17! Depois de vencer o Flamengo no Rio de Janeiro por 3 a 2, a equipe comandada pelo técnico João Burse anotou 2 a 1 no Barradão e carimbou a vaga na decisão do principal torneio nacional da categoria juvenil. Agora, o Leão da Barra aguarda a definição do outro finalista, que sairá do confronto entre América-MG x Botafogo. Na ida, também no Rio, deu Coelho, por 1 a 0. As equipes se enfrentam quinta-feira na Arena do Jacaré.

Escalado com três atacantes mesmo em vantagem, o Vitória definiu o placar ainda no primeiro tempo, em dois contra-ataques mortais. Aos 35 minutos, Geovane serviu Eronildo, que concluiu na saída do goleiro Batista. Três minutos depois, a parceria se repetiu, mas desta vez com passe de Eronildo e conclusão de Geovane da entrada da área.

Na etapa complementar, a equipe comandada pelo ex-zagueiro se fechou de vez e só foi levar o gol de honra do Flamengo aos 41 minutos, dos pés do reserva Andrade. Como nota negativa, o Vitória perderá Geovane, seu principal destaque, no primeiro jogo das finais da Copa do Brasil sub-17, em razão do recebimento de três cartões amarelos.

As finais da Copa do Brasil sub-17, que têm o Vitória incluído pela primeira vez na história, serão nos dias 13 e 20 de maio, segundo o calendário da CBF. As datas podem mudar a pedido das emissoras que estão exibindo o torneio.

5

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 2 x 1 FLAMENGO

Local: Barradão, em Salvador (BA)
Data/Hora: 5 de maio de 2015, às 18h30
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira e Érica Paula de Jesus da Purificiação (ambos da BA)

VITÓRIA: Jhon, Cedrick (Marcelinho), Rangerson, Gabriel e Padilha; Hebert, Geovane e Farinha (Carlos); Yan Matheus, Eronildo e Potó. Técnico: João Burse.

FLAMENGO: Batista, Klebinho, Matheus Thuller, Rafael Santos e Michael; Theo, Hugo e Pepê (Andrade); Patrick (Vinícius Júnior), Marcelinho e Matheus Lacovelli (Antônio Carlos). Técnico: Gilmar Popoca.



MaisRecentes

Conheça os quatro pilares do trabalho do Internacional em suas categorias de base



Continue Lendo

Titular da Seleção na base, promessa do Corinthians vive cartilha de ‘novo Pedrinho’



Continue Lendo

Entre os melhores times sub-20 de SP, Água Santa tem camisa 10 que é destaque aos 16



Continue Lendo