Sobrinho de Modesto Roma assume como técnico na base e Santos sofre sem gerente



2(Gustavo Roma Feliciano (de preto) já trabalha novamente no Santos/Foto: Divulgação)

O Santos promoveu uma ampla reforma em seu corpo técnico nas categorias de base e a principal novidade dessa reformulação é a contratação de Gustavo Roma, que assume o sub-13 e já prepara o time para as competições futuras. Gustavo foi o último treinador das Sereias da Vila, time feminino do Santos que fechou as portas em janeiro de 2012 (e reabrirá em 2015) e já trabalhou como preparador físico no Peixe. Ele é sobrinho de Modesto Roma Júnior, atual presidente do Santos e ex-responsável pelo futebol feminino do clube, entre 2004 e 2009.

Gustavo Roma, que trabalhou em 2014 como preparador físico do feminino do Kindermann (SC), está no sub-13 para substituir Luciano dos Santos, que foi promovido e é o novo responsável pela categoria sub-15. O pré-mirim, agora dirigido por Luciano, antes estava sob o comando de Christian Tudisco, que pediu demissão do Santos. O profissional acertou sua ida para o Red Bull Brasil, onde comandará a categoria sub-17.

O sub-11 do Santos também teve mudanças. O técnico Luis Fernando foi demitido e deu lugar a Alex Souza, que já fazia parte das comissões técnicas do clube, especialmente no sub-12. Tanto o sub-12 quanto o sub-14, aliás, não existem mais no Santos. Apesar dos títulos dos campeonatos da Associação Paulista de Futebol em 2014, as duas categorias foram encerradas.

Por fim, o sub-17 e o sub-20 ficam sem mudanças, ao menos por enquanto. Aarão Alves, filho do ex-ponta santista Manoel Maria, segue no comando do sub-17 auxiliado por seu irmão, André Alves. Já o sub-20, principal categoria de base, tem o comando de Pepinho Macia, filho do ídolo Pepe. Emerson Ballio é seu auxiliar.

A maioria das mudanças no corpo técnico da base do Santos ocorreu no curto período em que Paulo Mayeda trabalhou como gerente do clube. O profissional contratado no início de fevereiro sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) na madrugada de 17 de março e segue hospitalizado. O clube espera seu retorno, mas tem se virado na tomada de decisões sem ele. Um ex-funcionário da administração da base, que auxiliava Mayeda, está dando as cartas no comando, mas algumas pessoas da cúpula alvinegra desconfiam do sucesso do trabalho em razão da falta de experiência.



  • Aldair

    Sei lá mas essas categorias de base no Brasil,é tudo dirigido por pessoas,na sua maioria jovens que ninguem nunca ouviu falar,a não ser que é sobrinho desse,neto daquele outro,filho de nem sei de quem,e por aí vai.Se querem fazer um trabalho sério e sem desconfiança dos torcedores,que façam isso sem olhar parentesco.E tá dito!

  • Paulo Santista

    O Santos esta virando um time de praia. Aos poucos Modesto Roma vai colocando a curriola de Marcelo Teixeira no clube. O Depto Amador, nossa fabrica de craques, foi largado as traças e virou brinquedo nas mãos de profissionaos(???) sem a mínima capacitade. Pobre Santos!!! Não vamos revelar ninguém nos próximos anos.

  • neli

    Pelo jeito ,apontado na notícia, Gustavo,não caiu de paraquedas no futebol, então é injusto dizer que é Sobrinho, como se o parentesco fosse essencial para ter sido contratado.

  • Guilherme Teggline

    Aos meus caros acima… O Gustavo Roma ja foi preparador fisico da base (inclusive do NEYMAR quando jovem), tecnico do time feminino profissional (MARTA) , e ate ano passado treinava o time KINDERMANN em SANTA CATARINA.

    E ele tem 34 anos de idade. Não é novinho como comentaram acima!

    Foi campeao em todos times que passou.

    Treinou o profissional feminino do Santos por 4 meses e foi campeão em 4 campeonatos.

    E ao Lance, ta precisando ser mais profissional e parar de fazer jornalismo tendencioso!

MaisRecentes

O blog está de férias!



Continue Lendo

Autor de golaço do Brasil sub-17, Paulinho simboliza geração entrosada e talentosa



Continue Lendo

Corinthians registra contrato de duas temporadas com jovem atacante ex-Santos



Continue Lendo