Ofensividade de Marcos Valadares, ex-Flu, é aposta do Palmeiras no comando do sub-20



valada(Valadares trabalhará pela primeira vez no Estado onde nasceu/Divulgação)

O Palmeiras já escolheu o sucessor de Diogo Giacomini no comando do time sub-20. Após ver seu treinador deixar o clube para voltar a Belo Horizonte, ser pai e assumir o sub-17 do Cruzeiro, o Verdão está próximo de assinar com Marcos Valadares, que comandava os juniores do Fluminense desde julho do ano passado. Erasmo Damiani, coordenador da base do clube paulista, ainda não confirma o acerto, já que não há contrato assinado, mas o próprio Flu já publicou nota oficial informando a saída de Valadares, que vinha fazendo ótimo trabalho no Carioca sub-20.

O trabalho de Marcos Valadares foi analisado pelo blog na semana passada (veja abaixo), quando o Flu atingiu a média de 4,5 gols por jogo na reta inicial do Estadual Júnior. Agora, o profissional de 37 anos terá o desafio de manter sua filosofia ofensiva no Palmeiras. Mas, principalmente, de seguir formando jogadores com elevada consciência tática, o que é demonstrado na atual geração 95/96/97 do Flu, que tem nomes como Marlon, Robert, Gérson e Kenedy, a maioria frequente na base da Seleção Brasileira e que passou pelas mãos do treinador.

Valadares chegou ao Fluminense para comandar o sub-17 em julho de 2012. Na categoria, conquistou tudo e mais um pouco, desde a Copa Internacional Al Kass até Campeonato Carioca. Com a promoção de Marcelo Veiga à coordenação da base, Valadares assumiu o sub-20 e não fez feio, com eliminação só nas oitavas da Copa São Paulo. Em entrevista ao site do Fluminense, em sua chegada ao clube, o treinador explicou o conceito de seus treinamentos.

– O objetivo do meu trabalho é, primeiramente, formar atletas de bom nível técnico e bom nível cognitivo, ou seja, inteligentes. As minhas equipes gostam de jogar com a bola no pé, com qualidade. Sempre formo equipes agressivas e bem posicionadas em campo. Tradicionalmente, a escola carioca é formadora de jogadores técnicos, habilidosos. É bem próxima do que eu penso. Gosto de jogo rápido e inteligente – explicou Marcos Valadares.

O novo técnico do Verdão sub-20 nasceu em São Paulo, mas formou-se na escola mineira de futebol, já que mudou ainda criança para Belo Horizonte e construiu por lá sua trajetória. Foi atleta na base do Villa Nova e do Santa Cruz, mas desistiu e se formou em educação física. Já passou por Ipatinga, América-MG e Cruzeiro antes de chegar ao Fluminense.

JÁ NO FLU…

Luiz Felipe, que estava no comando do sub-17, assume agora o time de juniores, Ricardo Perlingeiro fica no juvenil e Gustavo Leal, que era auxiliar técnico do sub-17 é o novo responsável pela equipe sub-15. Todas as mudanças já foram oficializadas pelo Flu e estão no L!Net -> http://www.lancenet.com.br/fluminense/Fluminense-mudancas-comando-tecnico-categorias_0_1307269325.html



MaisRecentes

Saiba quem está ameaçando o reinado de Brenner e feito de Gabriel Jesus no sub-17



Continue Lendo

Conheça os quatro pilares do trabalho do Internacional em suas categorias de base



Continue Lendo

Titular da Seleção na base, promessa do Corinthians vive cartilha de ‘novo Pedrinho’



Continue Lendo