Nova gestão da base da Seleção monta ‘time’ de observadores



Substituto de Alexandre Gallo na coordenação da base da Seleção Brasileira, Erasmo Damiani já começou a colocar em prática suas ideias. Além de designar profissionais com experiência em formação de atletas (não só ex-jogadores renomados, como fazia o antecessor) para o comando das categorias menores, o dirigente reforçou o time da CBF com quatro observadores técnicos. Estes profissionais farão um trabalho de análise de equipes, campeonatos e atletas de base por todo o Brasil.

3(Comissão técnica do sub-15 foi apresentada com os  observadores/Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Veja quem é quem no time de observadores da CBF:

Sandro Orlandelli

É o dono do currículo mais recheado. Formado em Educação Física e pós-graduado em Fisiologia do Esporte e Gestão Estratégica de Negócios, também é treinador formado pela Federação Inglesa. Orlandelli trabalhou como diretor de futebol do Atlético-PR, foi olheiro de jogadores sul-americanos do Arsenal, da Inglaterra, por 11 temporadas, e também foi scout do Santos por um ano e meio. Ele está sem clube desde o fim de 2014, mas vinha fazendo observações e consultorias pontuais para alguns clubes.

Rodrigo Lameira

Ex-atleta, é formado em Educação Física e começou a trajetória fora dos campos como treinador do sub-15 do São José-RS. Foi coordenador da base do modesto clube gaúcho até 2007, quando “cresceu” e passou por Juventude, Internacional e Grêmio, sempre como coordenador técnico ou de captação. Foi observador do Flamengo, entre 2013 e 2014, e trabalhava como gerente de futebol dos profissionais do São José desde o fim do ano passado.

Thomaz Koerich de Araújo

Foi treinador na base do Figueirense e também comandou um importante projeto da escola de futebol brasileiro na Rússia, por mais de um ano, onde tinha a missão de “ensinar” a receita do país do futebol a alguns alunos de até 17 anos. Trabalhava como coordenador de captação e coordenador do sub-11 e do sub-13 do Fluminense, o que o acostumou a viajar pelo Brasil garimpando talentos.

Rodrigo de Carvalho

Como Thomaz, está habituado a viajar pelos quatro cantos do Brasil atrás de revelações, mas a serviço do Atlético-PR, clube em que ocupava a função de observador técnico.

Orlandelli, Rodrigo Lameira, Thomaz e Rodrigo de Carvalho serão coordenados por Paulo Xavier, ex-coordenador de captação do Cruzeiro, e trabalharão ao lado de Raul Fachini, o administrador das categorias de base da Seleção Brasileira.



MaisRecentes

O blog está de férias!



Continue Lendo

Autor de golaço do Brasil sub-17, Paulinho simboliza geração entrosada e talentosa



Continue Lendo

Corinthians registra contrato de duas temporadas com jovem atacante ex-Santos



Continue Lendo