Nova gestão da base aproxima Seleção de clubes e famílias e evita ‘meninos-problema’



Está decretado o fim dos “meninos-problema” nas categorias de base da Seleção Brasileira. Coordenador da base nomeado em março pela CBF, Erasmo Damiani tem aproximado os times sub-15, sub-17 e sub-20 da diretoria dos clubes, com relatórios de desempenho e comportamento enviados a cada convocação. A ideia é que o trabalho também abranja as famílias de cada jovem atleta.

O técnico Carlos Guilherme Dalla Dea, que assumiu a categoria Infantil pouco após a chegada de Damiani, entregou aos clubes um relatório completo dos 20 jogadores que atuaram pela Seleção Brasileira no Torneio das Nações Sub-15, disputado entre abril e maio deste ano na Itália. Um dos clubes que cedeu jogadores pediu para exibir esse relatório aos familiares e representantes do atleta. O clube enfrentava problemas para renovar o contrato desse atleta, que voltou da Seleção dizendo que tinha ido muito bem.

Não era verdade. A Seleção perdeu para Áustria e México, empatou com a Albânia, venceu Costa Rica e Arábia Saudita e não teve vida longa na competição. Além disso, alguns garotos apresentaram problemas de comportamento e não renderam o esperado dentro de campo. Por isso, os relatórios serviram pra “baixar a bola” dos garotos.

A ideia da cúpula da CBF é discutir problemas de contrato com os clubes. Vai funcionar mais ou menos assim: jogadores que estão em fim de contrato, ou em transição do contrato de formação para o contrato profissional, ou dificultando conversas com clubes não serão convocados enquanto não resolverem suas situações. Isso em todas as categorias.

Os clubes comemoraram o feedback que a CBF passará a enviar e já deram um novo passo, que é convidar Carlos Guilherme Dalla Dea (sub-15), Carlos Amadeu (sub-17) e Rogério Micale (sub-20) a frequentar a rotina de treinos para dialogar com os treinadores de todas as categorias. Antes de Damiani, o diálogo era bem pobre entre CBF e clubes. Além disso, a maioria dos ex-treinadores (Cláudio Caçapa e Alexandre Gallo) não tinham vivência de base.

11



MaisRecentes

Dois anos após pausa na carreira, goleiro-craque da Copinha vai jogar em Portugal



Continue Lendo

Palmeiras fecha com revelação do interior para disputa de Mundial de base na Europa



Continue Lendo

Promessa santista premiada na Europa tem rodagem na base e se inspira em Zeca



Continue Lendo