No radar da Seleção, goleiro do Red Bull concilia futebol e faculdade de fisioterapia



Jordan já esteve em convocações da Seleção Brasileira sub-17 ao lado de nomes como Dodô, Éder Militão, Mateus Vital e Arthur Gomes e agora sonha com um novo chamado, desta vez para a equipe sub-20. Em nome deste objetivo, o goleiro de 19 anos trabalha duro com a camisa do Red Bull Brasil no Campeonato Paulista de juniores.

Promissor e já testado, o jovem jogador segue no radar da CBF, conforme apurou o blog. Mas não é isso que o fez parar…

4

Desde o início de 2017, o goleiro do Red Bull sub-20 concilia o futebol de base com um curso de quatro anos de Fisioterapia na faculdade UniAnchieta, em Jundiaí. Ele está no segundo semestre e afirma que o plano é concluir os oito necessários para receber o diploma de bacharelado.

– Estou gostando dessa rotina, mas não posso negar que seja difícil conciliar. Decidi começar a faculdade por conhecer como é difícil a carreira de um atleta profissional de futebol e também por saber que ela é curta. Meu plano é me tornar um fisioterapeuta e exercer a profissão assim que a minha carreira de jogador terminar, o que não sei quando será – diz Jordan, que treina pela manhã, vai à academia à tarde e estuda à noite. Ufa!

5

Mineiro de Santa Rita do Sapucaí, o jovem jogador nascido em 1998 começou a trajetória em escolinhas do interior de seu Estado e aos 13 anos saiu de casa para jogar pelo Independente de Limeira. Ele permaneceu no clube até o fim de 2011, quando acertou com o Mogi Mirim por dois anos. Em 2014 apareceu o Red Bull e também as primeiras experiências internacionais.

Jordan conquistou a Copa Del Aghata na Holanda, em 2015, e foi bicampeão do Torneio Volksbank, na Alemanha, em 2016 e 2017. Na Copa Del Aghata do ano passado, ele foi eleito como o melhor goleiro, assim como na Otten Cup, disputada na mesma temporada. Contra grandes clubes europeus, o ganho de experiência que já o fez treinar até mesmo entre os profissionais do Red Bull aqui no Brasil e também dá moral para seguir conciliando futebol e estudos. Ainda que seja apertado…

– Tem como pular essa pergunta sobre as minhas notas? (risos)



  • Bruno Eric

    Ja fiz gol nesse maluco kkkkk

MaisRecentes

Conheça os quatro pilares do trabalho do Internacional em suas categorias de base



Continue Lendo

Titular da Seleção na base, promessa do Corinthians vive cartilha de ‘novo Pedrinho’



Continue Lendo

Entre os melhores times sub-20 de SP, Água Santa tem camisa 10 que é destaque aos 16



Continue Lendo