Mirrai fazendo gol e Polidoro Jr assediado: a evolução dos meninos de Cotia



1(Será que Mirrai voltará direto ao CFA de Cotia após o fim da A3?/Foto: Divulgação/ME Assessoria)

Ao lado do Cotia, de impressionantes cinco vitórias consecutivas, o Nacional Atlético Clube é a grande surpresa das últimas rodadas na Série A3 do Paulistão. O clube do bairro da Barra Funda, em São Paulo, saiu do meio da tabela e hoje ocupa a quinta colocação, a seis pontos do líder Juventus e com um de vantagem em relação ao Sertãozinho, que fecha o grupo dos oito que se classificariam hoje para a fase final da competição.

O Nacional, como já registrado no blog, conta em seu elenco com cinco jogadores emprestados pelo São Paulo, que deseja melhorar a transição de suas pratas da casa e dar rodagem a atletas que já vinham sendo contestados na reta final da formação. Pois as notícias que vêm do vizinho da frente são boas para o Tricolor: três dos seis garotos são titulares frequentes do Naça. O meia Mirrai, a maior esperança, mandou seu recado com um gol marcado no último jogo, quando sua equipe goleou o Barretos por 4 a 1 no Nicolau Alayon.

Mirrai foi titular em nove das dez partidas em que ficou à disposição e marcou, na quarta-feira, seu primeiro gol como atleta profissional de futebol. O camisa 11 tem agradado à comissão técnica e se destacado por ser um jogador muito ativo e interessado no jogo – ao contrário do que diziam as vozes do CT do São Paulo. Além dele, o volante Allan também foi titular nove vezes e ganha elogios pela regularidade com que se apresenta, do mesmo modo que foi no Red Bull Brasil, que defendeu por empréstimo no segundo semestre do ano passado.

O outro são-paulino que vem sendo titular do Nacional é o zagueiro Polidoro Jr, de 18 anos. Na semana passada, o jornal Folha de São Paulo publicou que o jogador tem recebido assédio de empresários estrangeiros, e o blog confirmou a informação. Um agente sul-africano e outro português acompanharam dois dos quatro últimos jogos do Naça na Série A3 e enviaram relatórios elogiosos para os clubes com os quais têm relação. Supostos representantes do Corinthians também já conversaram com o estafe do zagueiro de 1,93m.

Aproveitamento dos jovens tricolores no Naça nas dez primeiras rodadas da A3:

Mirrai – 9 jogos como titular e 1 gol marcado
Allan – 9 jogos como titular
Polidoro Jr – 4 jogos como titular, 3 como reserva acionado, 2 no banco e 1 gol marcado
Valença – 1 jogo como titular e 3 no banco
Bruno Silva – 2 jogos como reserva acionado e 6 no banco
Gabriel Machado – Não jogou



  • Pingback: Goiás ‘fisga’ Caíque, meia revelação de seu grupo na Copa São Paulo de Juniores | "Quem não sonhou?"()

  • Celso ricardo g da silva

    Conheço mirrai desde a infancia meu filho jogou
    5 anos com ele acho que ele é vitima da desonestidade no brasil

  • Pedro Henrique Bacci

    Conheço bem a base do SPFC pois trabalhei lá vários anos. O que ocorre ali, é uma verdadeira injustiça, pois os moleques que tem algum “esquema” são vistos em jogos televisionados, mesmo não sendo jogadores de futuro. Já os que não possuem “esquema” e sim apenas futebol, esses são deixados à deriva. É o caso desses jogadores que foram emprestados ao Nacional. São todos moleques que tem futebol, e que com certeza chegarão a um time profissional e vão ser jogadores de alto rendimento, pois não viveram quando na base, de indicações apenas. Vou citar nomes aqui, para que vocês anotem e num futuro muito próximo, estarão lembrando dessa minha postagem:GABRIEL PEREIRA (meia ), LEONARDO VENCATO( zagueiro ) , ROBSON( meia ) , POLIDORO JÚNIOR ( zagueirão de 1,93m…… vcs já estão vendo a reportagem acima, falando que já está sendo assediado por times do exterior…tem joga muuuuuiiito, acompanhei todos os jogos dele no Nacional, sem falar que também é ambidestro) BRUNO, dentre vários outros. Sem falar nos que o SPFC dispensou e que hoje já estouraram em outros times, já que para o SPFC não serviram…..é isso, quem viver verá…..

MaisRecentes

Conheça os quatro pilares do trabalho do Internacional em suas categorias de base



Continue Lendo

Titular da Seleção na base, promessa do Corinthians vive cartilha de ‘novo Pedrinho’



Continue Lendo

Entre os melhores times sub-20 de SP, Água Santa tem camisa 10 que é destaque aos 16



Continue Lendo