Capitão do Corinthians em conquista na base fica sem contrato a partir de março



Prestes a completar 21 anos, o volante Marcio Ferrari – também conhecido na base do Corinthians como PC – ficará livre de contrato a partir do dia 5 de março. No Timão desde 2004, o jovem jogador não foi promovido ao elenco profissional apesar da trajetória destacada na base e agora procura um novo clube para 2017.

1459315_10200113675803245_1273353405_n

Capitão do Corinthians na conquista do Campeonato Paulista sub-17 de 2013 e presente no grupo campeão da Copa São Paulo de Juniores em 2015, Marcio Ferrari fez parte da geração que revelou Malcom (hoje no Bordeaux-FRA), Matheus Cassini (hoje do Palermo-ITA), além de Maycon e Guilherme Arana (hoje no time profissional do Corinthians), entre outros.

Ainda no sub-20, o volante sofreu duas sérias contusões e ficou um bom período afastado. O Corinthians chegou a emprestá-lo ao Red Bull Brasil para a Copinha do ano passado e também ao Flamengo de Guarulhos, clube com o qual mantinha parceria. No retorno ao Parque São Jorge, porém, a definição interna foi de que não haveria espaço para ele no elenco profissional – o clube pensa em criar uma categoria sub-23, mas a ideia ainda é embrionária.

Marcio Ferrari foi descoberto no futebol de salão no Águias de Nova Gerte, em São Caetano do Sul, e está no Corinthians há 12 anos.

12



MaisRecentes

Destaque na base do Vitória vira exemplo: da superação familiar ao ensino superior



Continue Lendo

Além de dupla Ba-Vi, Bahia oficializa outros dois representantes na Copa São Paulo



Continue Lendo

Vai um veda-porta aí? Não peça ao Mateus Pitbull, pois agora ele joga pelo Atlético-GO



Continue Lendo