L!ANCINHO – As curtinhas da base



Seleção olímpica – Alexandre Gallo anunciou a lista de convocados para os amistosos contra Paraguai e México nesta sexta-feira e levou um grupo com diversos velhos conhecidos, mas algumas novidades e boas surpresas. Veja a lista aqui. Dos 23 convocados, 12 atuam no futebol brasileiro, e o maior fornecedor é o Internacional, com três nomes – o goleiro titular Jacsson, o lateral-direito Cláudio Winck e o atacante Vitinho, que chegou esse ano do CSKA (RUS). Em São Paulo, só o São Paulo teve jogadores na lista: o zagueiro Dória, que fica no Morumbi até o meio do ano, e o volante/zagueiro Rodrigo Caio, que ainda nem voltou a jogar depois de uma grave lesão no joelho esquerdo. É da confiança de Gallo.

4(Rodrigo Caio ainda não reestreou pelo São Paulo após grave lesão/Foto:Ari Ferreira)

Tem goleiro aí? – Chama atenção que dois dos três goleiros convocados por Gallo são nascidos em 1995 e, portanto, poderiam ter disputado o Sul-Americano sub-20: Jean, do Bahia, já destacado neste blog, e David, do Criciúma. O cruzeirense Georgemy, por exemplo, também é de 95 e estava no torneio júnior. Isso significa que Gallo ainda não tem qualquer convicção em relação aos goleiros que pretende chamar para o Mundial sub-20, ainda menos para as Olimpíadas de 2016. Nos testes, o comandante privilegia quem joga nos clubes.

Sul-Americano sub-17. Agora vai? – Diante da Colômbia, talvez o adversário mais forte desta primeira fase, a Seleção sub-17 conseguiu uma boa vitória por 3 a 2. E melhor, com atuação de primeira da afiada dupla de ataque formada por Evander, um destaque cada vez mais evidente desta equipe, e Leandro. Andrey também merece valor na equipe de Caio Zanardi, que mudou os rumos da Seleção sub-17 após seguidos fracassos no início dessa trajetória. Ah, os três foram os autores dos gols brasileiros.

5(Brasil sub-17 volta a campo neste sábado, às 21h, contra o Paraguai/Foto: CBF)

No sub-15, novo comandante – Carlos Guilherme Dalla Dea é o novo técnico da Seleção Brasileira sub-15, em substituição a Cláudio Caçapa, dispensado com a saída de Gallo da coordenação da base. A informação foi publicada no “Na base da bola” e confirmada pelo blog. Guilherme está no sub-15 do São Paulo, mas o clube já tem ciência do acerto com a CBF e irá liberar o profissional nos próximos dias. O ex-goleiro foi uma indicação do novo coordenador, Erasmo Damiani, que pretende valorizar técnicos com experiência em formação de jogadores no comando das várias categorias da Seleção, e não profissionais com pouca rodagem, como Caçapa, amigo de Gallo, que estreou como treinador na sub-15.

Artilheiro do Paulistão é “cria” de Carpegiani – Principal goleador do Paulistão com sete gols marcados, o meia/volante/atacante Rafael Longuine, de 24 anos, é de Paranavaí (PR) e foi revelado na base do RS Futebol, clube-empresa fundado por Paulo César Carpegiani, ex-técnico de grandes clubes brasileiros. Longuine saiu de lá em 2007 e passou por clubes como Juventude, XV de Jaú, Comercial, Inter de Bebedouro, Lask Linz (Áustria), Rio Branco, Red Bull e São Bento antes de chegar ao Grêmio Osasco Audax, onde agora é protagonista. A Portuguesa já está de olho e é bom o time de Fernando Diniz prestar atenção, porque o contrato do meia só vale até abril.

6(Rafael Longuine, 24 anos, já é alvo de clubes como a Portuguesa após o Paulistão/Foto: Divulgação)

 



MaisRecentes

Destaque na base do Vitória vira exemplo: da superação familiar ao ensino superior



Continue Lendo

Além de dupla Ba-Vi, Bahia oficializa outros dois representantes na Copa São Paulo



Continue Lendo

Vai um veda-porta aí? Não peça ao Mateus Pitbull, pois agora ele joga pelo Atlético-GO



Continue Lendo