Jovem auxiliar é aposta do São Paulo para trabalhar com André Jardine no sub-20



Ex-técnico da equipe sub-20 do Audax, que tem um dos dez melhores desempenhos do Campeonato Paulista da categoria até o momento, Lucas Macorin se desligou do clube após quase quatro anos e fechou com o São Paulo. O novo desafio do profissional de 26 anos é como auxiliar do multicampeão André Jardine na equipe júnior do Tricolor, que é dona do melhor rendimento do Estadual da categoria, com 12 vitórias, três empates e somente uma derrota em 16 rodadas.

No Audax, Lucas Macorin foi campeão paulista sub-15, trabalhou como treinador profissional no Campeonato Paulista da Série A3 e Segunda Divisão pelo Grêmio Osasco e Osasco FC e ainda participou como treinador da Copa São Paulo de Juniores, principal torneio da base no futebol nacional. Ele estava no projeto desde o fim de 2013.

3

Anteriormente, o novo profissional do São Paulo havia tentado ser jogador de futebol até os 17 anos, quando uma lesão interrompeu o sonho. Ali, decidiu ingressar na faculdade de Educação Física e viu as portas se abrirem logo cedo. Com três meses de faculdade, Lucas começou a trabalhar na categoria sub-17 do time feminino do Centro Olímpico, em São Paulo. De auxiliar, Lucas virou técnico do sub-17, e depois ainda teve a oportunidade de comandar a recém-criada categoria sub-20, que de cara conquistou um título regional e lhe deu visibilidade. De lá para o Audax e a superação de contestações sobre a idade, como revelou ao blog em outubro de 2015.

– É uma função muito cobrada e exigida, porque a cultura é ter no comando pessoas que já tenham vivenciado muito do futebol. A questão é que a capacidade não vem com a idade, vem com os aprendizados da vida. Você pode ter 50 anos e não ter aprendido o que outra aprendeu em dez com uma experiência. Então a gente tenta quebrar esses paradigmas. Os gestores já colocam muito a culpa nos treinadores, imagine quando se é novo ou sem nome… Mas tem que estar preparado e encarar.



MaisRecentes

Conheça os quatro pilares do trabalho do Internacional em suas categorias de base



Continue Lendo

Titular da Seleção na base, promessa do Corinthians vive cartilha de ‘novo Pedrinho’



Continue Lendo

Entre os melhores times sub-20 de SP, Água Santa tem camisa 10 que é destaque aos 16



Continue Lendo