Crucificado após sofrer goleada, São Paulo sub-20 tem resultados e particularidades



1
Depois de empatar com o Atlético-PR fora de casa, o São Paulo recebeu o Internacional na segunda rodada do Campeonato Brasileiro sub-20, no Morumbi. Com a presença do recém-chegado treinador do profissional, Juan Carlos Osorio, além de Milton Cruz e o presidente Carlos Miguel Aidar, os meninos de Cotia foram derrotados por 3 a 0 em casa e se distanciaram da vaga na próxima fase.

Tudo errado? A base do São Paulo não presta? Pode começar tudo de novo?

Bem longe disso. Recebi algumas menções no Twitter depois da derrota no Brasileirão sub-20 questionando as razões dos meus elogios à essa geração do São Paulo. Até porque, de fato, a equipe não foi bem. E logo em uma partida exibida pela TV, com presenças ilustres. Em perfis de torcedores, as críticas foram fortes e a desconfiança grande em relação às próximas gerações.

Mas é necessário observar uma série de fatores antes de tomar conclusões precipitadas. O São Paulo tem uma geração boa, sim. A questão é que, do time titular, apenas dois jogadores têm ou farão 20 anos em 2015: Hugo e Matheus Reis. Todos os outros nasceram em 1996 ou 1997, ou seja, estão abaixo do limite de idade da competição.

Isso sem contar com o fato de que o Brasileirão sub-20 permite a inscrição de três atletas acima da idade. O Inter utilizou essa prerrogativa, mas o São Paulo não. Por isso, entrou em campo com a seguinte formação: Lucas Perri (97); Foguete (96), Hugo (95), Rony (96) e Matheus Reis (95); Matheus Queiroz (96), Lucas Fernandes (97), Vini (96) e Shaylon (97); João Paulo (96) e Luiz Araújo (96).

Não crucifiquem o São Paulo sub-20. A geração é a mesma que goleou o Atlético-MG na Copa São Paulo de Juniores e só caiu nas semifinais. A geração é a mesma que terminou a Copa Ouro invicta, com média de 3,5 gols por jogo e um título inédito. A geração é a mesma que lidera o Paulistão de Juniores, com grandes chances de conquista. Não é uma geração perdida.



MaisRecentes

O blog está de férias!



Continue Lendo

Autor de golaço do Brasil sub-17, Paulinho simboliza geração entrosada e talentosa



Continue Lendo

Corinthians registra contrato de duas temporadas com jovem atacante ex-Santos



Continue Lendo