Marcos Soares, Zé Augusto e Célio Silva: Corinthians muda mais treinadores na base



O Corinthians anunciará nesta quinta-feira mais mudanças de treinadores em suas categorias de base. Dez dias depois de Pepinho Macia, ex-Santos, assumir o comando do sub-20 em substituição a Coelho, que ocupou o cargo por pouco mais de um mês, a nova diretoria definiu a chegada de outros profissionais para as categorias sub-17, sub-15 e sub-13, além de um remanejamento para o sub-11.

O novo técnico do sub-17 do Corinthians será Marcos Soares. Ex-comandante do sub-20 do Santos por dois anos e demitido após a Copa São Paulo, o profissional foi auxiliar no time júnior do Corinthians por um mês, mas com a chegada de Pepinho e o rebaixamento de Coelho à condição de assistente ficou sem espaço no sub-20. Ele substitui Leandro Mehlich, que será seu auxiliar na equipe juvenil. O clube ainda não definiu o que fazer com o ex-volante Fabinho, que vinha atuando como assistente no sub-17.

No sub-15, o Timãozinho será dirigido por Zé Augusto, que já trabalhou por muitos anos na base do Corinthians e do Audax e ultimamente atuava em um setor chamado “Categoria de Desenvolvimento Técnico Especial”, que visa melhorar os fundamentos dos jogadores. O departamento foi idealizado pelo ex-coordenador da base, Rodrigo Leitão, e ainda não há definição se será mantido com a nova diretoria, chefiada pelos diretores Carlos Nujud e Jacinto Ribeiro e o gerente Fernando Yamada.

No sub-13, a novidade é o ex-zagueiro Célio Silva como treinador. O ex-jogador do próprio Timão já trabalhou em categorias de base, mas ultimamente comandava um projeto social em São Paulo. Por fim, a categoria sub-11 será dirigida por Vinicius Marques, que estava no sub-15 antes das mudanças. Profissionais de outras categorias devem ser remanejados ou dispensados nos próximos dias, para que as mudanças sejam consumadas.

10



MaisRecentes

Nocaute de gols: na base do Cruzeiro, Popó mostra faro artilheiro e cria metas no ano



Continue Lendo

Melhor aproveitamento do país entre os times de Série A também pensa na base



Continue Lendo

Projeto de carreira e estrutura: por que uma joia brasileira escolheu a Espanha



Continue Lendo