Sem descartar volta futura ao Corinthians, jovem treina com profissionais no Granada



1

Principal goleador da Copa do Brasil sub-17 conquistada pelo Corinthians em maio de 2016, o atacante Caio Emerson está no Granada, da Espanha, desde abril deste ano e deu um passo importante em sua trajetória no futebol europeu: ele foi escolhido pela comissão técnica para treinar e ser avaliado na pré-temporada do time profissional, que acontece desde o último dia 18 na Holanda.

O jovem de 18 anos fez parte do Granada B nos últimos meses, mas não atuou por conta do fim do período de inscrições e se dedicou somente aos treinamentos e à habituação ao futebol local. Ele tem contrato até 2021, está integrado ao elenco principal, de jogadores como Saunier e Javi Varas, e explica ao blog seu atual momento.

– Foi uma notícia fantástica. É uma recompensa de todo o esforço que pus nos gramados. Passa quase que um filme, relembrando todos os momentos, do meu começo no Cruzeiro, depois a passagem pelo Corinthians. Os momentos positivos e também os que foram mais difíceis. Eu espero aprender, aprender e aprender… Treinar com o grupo profissional, com jogadores experientes e com passagens por seleção vai ser fundamental para a minha carreira. Espero evoluir bastante e, quem sabe, poder contribuir em algum momento na temporada profissional. Vou trabalhar muito para chamar a atenção do corpo técnico e fazer o que me pedem dentro e fora de campo para buscar uma vaga no elenco – diz Caio Emerson, que já nota diferenças entre o futebol brasileiro e o espanhol.

2

– Acho que aqui é um pouco mais dinâmico, mais intenso. Você recebe a bola e já tem que saber o que fazer com ela. Mas futebol é futebol em todo lugar. A qualidade, empenho e dedicação nos treinos e jogos fazem com que você possa ter sucesso.

No futebol brasileiro, Caio Emerson vestiu as camisas de Cruzeiro e Corinthians. No clube mineiro foi campeão estadual no sub-13 e no sub-15, e duas vezes artilheiro e melhor jogador do Campeonato Mineiro infantil. Já na equipe paulista teve como principais conquistas a Taça BH, o Mundial sub-17 de 2015 e a Copa do Brasil sub-17 do ano passado, competição em que também foi o artilheiro.

Depois da conquista da Copa do Brasil, no entanto, o atacante não voltou a atuar com a camisa do Corinthians por conta de um impasse na assinatura de seu primeiro contrato profissional. Caio Emerson já havia sido contratado do Cruzeiro na base com um pré-contrato de gaveta, mas o Timão decidiu não exercer a compra dos direitos econômicos por conta da crise financeira que viveu no último ano.

3

Monitorado por grandes clubes de fora do país e contratado justamente por um dos fazia esta observação, Caio Emerson acredita que sua história no futebol brasileiro não tenha terminado. Ele não descarta, inclusive, o retorno para o clube onde atuou entre 2014 e 2017, com bons números e alta expectativa.

– Claro que você deseja estar no profissional de um grande clube do futebol brasileiro, como é o Corinthians, e construir sua história. Só que para mim as coisas aconteceram para que eu chegasse ao Granada, um clube que está investindo bastante no futebol. Qual jogador não sonha em atuar na Europa também? A oportunidade apareceu e eu abracei. Mas é aquela coisa, o futuro a Deus pertence. Nada impede de que daqui alguns anos eu possa continuar escrevendo uma história no Corinthians.



MaisRecentes

Destaque na base do Vitória vira exemplo: da superação familiar ao ensino superior



Continue Lendo

Além de dupla Ba-Vi, Bahia oficializa outros dois representantes na Copa São Paulo



Continue Lendo

Vai um veda-porta aí? Não peça ao Mateus Pitbull, pois agora ele joga pelo Atlético-GO



Continue Lendo