Base encerra boicote ao Vasco e Taça BH define grupos com quatro estrangeiros



1

Daqui a exatamente um mês, os gramados de Minas Gerais começarão a receber os novos talentos das categorias de base do futebol brasileiro na maior competição sub-17 do país. Organizada pela Federação Mineira de Futebol, a Taça BH deixa de ser sub-20 nesta temporada em razão da criação do Brasileirão da categoria e agora reúne 40 equipes juvenis, incluindo quatro estrangeiras – o Guaraní, do Paraguai, o Nacional, do Uruguai, o Boston, dos Estados Unidos, e o Shandong Luneng, da China.

A principal surpresa do torneio, no entanto, é um clube brasileiro. Boicotado pelos rivais que fazem parte do Movimento Futebol de Base em razão da suspeita de aliciamento ao jovem atacante Paulo Vitor, o Vasco se livrou da punição graças a uma indenização paga ao Fluminense, clube com o qual o atleta tinha contrato de formação antes de assinar o vínculo profissional com o Cruz-maltino.

O Vasco já havia tido a participação impedida na Copa Nike, o principal torneio nacional sub-15, e também ficaria fora da Taça BH caso a CBF não interviesse. O clube só vinha participando normalmente de torneios como a Copa do Brasil sub-17 ou o Brasileirão sub-20 justamente porque eles são organizados pela máxima entidade nacional, e não por federações regionais ou empresas.

O único clube da Série A que não participará da Taça BH será o Joinville. Da Série B, entretanto, serão apenas cinco participantes: América-MG, Bahia, Botafogo, Criciúma e Vitória, que recentemente se sagrou campeão da Copa do Brasil sub-17 e é referência em formação de jogadores no futebol nacional. Completam o chaveamento mais uma equipe da Série C (o Vila Nova) e outros 11 modestos clubes de formação, especialmente do interior de Minas Gerais.

Os 40 clubes são divididos em oito grupos de cinco. Os dois primeiros de cada chave avançam às oitavas de final para confrontos eliminatórios até a decisão. Os maiores vencedores da Taça BH são os dois mineiros, Cruzeiro e Atlético-MG, com cinco conquistas cada um. Outros clubes, no entanto, também já venceram: Flamengo e Vasco (três vezes), Atlético-PR, Grêmio, América-MG, São Paulo e Palmeiras (duas vezes) e Inter de Limeira, Vitória, Botafogo e Coritiba (uma vez). A edição de 2015, primeira sub-17, será a 31ª do tradicional torneio de base.

2

CONFIRA O CHAVEAMENTO DA TAÇA BH SUB-17:

Grupo 1 (Belo Horizonte e região metropolitana)
Cruzeiro, São Paulo, Vila Nova, Guarani (MG) e Shandong Luneng (CHN),

Grupo 2 (Belo Horizonte e região metropolitana)
América-MG, Bahia, Vasco, Avaí e PSTC Londrina (PR)

Grupo 3 (Belo Horizonte e região metropolitana)
Internacional, Goiás, AMDH Betim (MG), Nacional (URU) e Boston (EUA)

Grupo 4 (Belo Horizonte e região metropolitana)
Atlético-MG, Palmeiras, Villa Nova (MG), Democrata (MG) e Guaraní (PAR)

Grupo 5 (Juiz de Fora)
Botafogo, Grêmio, Criciúma, Athletic (MG) e Tupynambás (MG)

Grupo 6 (Guaxupé)
Corinthians, Fluminense, Ponte Preta, Figueirense e Esportiva de Guaxupé (MG)

Grupo 7 (São João Del Rey)
Flamengo, Coritiba, Sport, Chapecoense e Social (MG)

Grupo 8 (Três Marias)
Santos, Atlético-PR, Vitória, Santa Cruz (MG) e Três Marias (MG)



MaisRecentes

‘Carrego o sonho da família’: a história de uma promessa, suas dores e seu destino



Continue Lendo

Disputa quádrupla pela artilharia agita final da Taça BH sub-17 nesta quinta-feira



Continue Lendo

Brenner sobra no sub-17 do São Paulo. E agora, seguir a cartilha ou correr riscos?



Continue Lendo