Badalado e com marcas positivas, Hugo Ragelli encerra ciclo na base e espera por chances



Aos 20 anos, o atacante Hugo Ragelli já tem uma trajetória de altos e baixos na carreira, mesmo que sua experiência como profissional se limite a apenas um jogo e um gol pelo Cruzeiro. Porém, o nome do jogador nascido em maio de 1995 já é conhecido das torcidas de Mirassol, Palmeiras e da própria Raposa, clubes em que ele esteve nas categorias de base e mostrou apurado faro de gol. Agora, com o fim do Campeonato Mineiro sub-20 de 2015, o ciclo na base acabou para a promessa.

Hugo Ragelli marcou 17 gols no último ano na base (Foto: Divulgação/Cruzeiro)

Hugo Ragelli marcou 17 gols em sua última temporada na base (Foto: Divulgação/Cruzeiro)

O vínculo atual de Hugo Ragelli com o Cruzeiro vale somente até agosto de 2016, mas ele estoura a idade de base no ano que vem, e agora terá que ser promovido de vez ao elenco profissional ou liberado para buscar novos caminhos. Em negociação por sua renovação, o atacante apresenta as credenciais: ele foi o artilheiro do Mineiro sub-20 com 10 gols marcados em 11 partidas. No ano, ao todo, foram 17 tentos, sendo que ele foi baixa da equipe por lesão durante três meses, período em que perdeu competições importantes, como o Brasileiro e a Copa do Brasil sub-20.

Pelo Palmeiras, foi justamente uma lesão que atrapalhou sua sequência no sub-20 e o fez não renovar o contrato. O atacante acumulou boas marcas nas categorias menores, como o recorde de gols no Paulistão sub-15 de 2010 (32), a artilharia da Copa Rio sub-17 de 2012 ou a vice-artilharia do Paulista sub-17 de 2011. Aos 16 anos, Hugo Ragelli chegou a ser titular do Palmeiras na Copa São Paulo de Juniores de 2013, mas não repetiu as boas atuações.

Sem renovar no Verdão, ele alcançou outras marcas positivas logo no início de sua passagem pelo Cruzeiro, e o contrato de seis meses aumentou para dois anos. Em 2014, artilharia do Cruzeiro no Campeonato Mineiro e na Copa do Brasil sub-20 e artilharia do Torneio de Terborg, na Holanda. Em 2015, artilharia do Cruzeiro na Copa São Paulo e artilharia do Mineiro sub-20.

Com números incontestáveis, mas sem confiança e espaço com os técnicos do Cruzeiro desde Marcelo Oliveira, Hugo Ragelli viverá nas próximas semanas a angústia da transição.



MaisRecentes

Aos 16 anos, zagueiro-artilheiro na Bahia já coleciona títulos pela base do São Paulo



Continue Lendo

No radar da Seleção, goleiro do Red Bull concilia futebol e faculdade de fisioterapia



Continue Lendo

São Paulo conquista a Salvador Cup: oitava taça que vai para Cotia nesta temporada



Continue Lendo