Após defender Portugal, luso-brasileiro que joga na Inglaterra sonha com chance na Seleção



Pedro Vinagre Pedrosa Neves, o Pepe, tem apenas 14 anos, mas já realizou o sonho de jogar na Europa compartilhado pela grande maioria dos jogadores brasileiros de futebol. Hoje no tradicional Charlton Athletic, da Inglaterra, o garoto nascido em 5 de setembro de 2001, em São Paulo, já subiu até mais um degrau recentemente: foi convocado para a seleção de Portugal, país onde nasceu seu avô e que observou seu desempenho nos gramados ingleses. Apesar de ter vestido a mesma camisa do ídolo Cristiano Ronaldo, ele tem novos planos de agora em diante. E trabalha por eles.

– Foi uma experiência muito boa defender Portugal. Agora, quem sabe eu não possa ser lembrado pelo Brasil? Até o momento não houve contato de ninguém da CBF, mas seria uma honra defender as cores do meu país – diz o menino de 14 anos.

WhatsApp-Image-20160429 (1)

Pedro Neves começou no Corinthians, clube em que atuou dos 10 aos 12 anos, com destaque. Foi bicampeão da Copa Bandeirante, organizada pela Associação Paulista de Futebol (APF). Dali, despertou interesse de clubes europeus, como Sporting (POR), West Ham (ING) e o Charlton (ING). Ele topou o último, que trouxe toda a sua família para viver na capital inglesa e proporcionou ao menino e sua irmã uma bolsa de estudos em Londres.

No futebol, Pedro disputou um torneio sub-16 na Bélgica com apenas 13 anos, uma forma de recompensa ao garoto que marcou 24 gols em 29 jogos ao longo da última temporada. Hoje, está no sub-15 do Charlton, adaptado ao futebol inglês e esperançoso por uma chance nas categorias de base da Seleção Brasileira, que a cada vez amplia a observação de talentos “perdidos” pelo mundo.

Nascido em São Paulo, mas com passaporte português, Pepe chamou a atenção da seleção do país europeu após diversas reportagens em jornais locais dando conta de seu sucesso na Inglaterra. A primeira convocação ocorreu dentro de um grupo de 48 jovens chamados pelo técnico João Aroso para um período de treinos do time juvenil. A Seleção Brasileira que se cuide…

– Está sendo uma evolução muito grande aprender o estilo de jogo europeu tendo a técnica brasileira. Tenho muito a ganhar com essa mistura – diz, nada modesto.



MaisRecentes

Destaque na base do Vitória vira exemplo: da superação familiar ao ensino superior



Continue Lendo

Além de dupla Ba-Vi, Bahia oficializa outros dois representantes na Copa São Paulo



Continue Lendo

Vai um veda-porta aí? Não peça ao Mateus Pitbull, pois agora ele joga pelo Atlético-GO



Continue Lendo