Amapá é o único Estado brasileiro que não disputará a Copa São Paulo-2017. Por quê?



O futebol do Amapá não terá nenhum clube representante entre os entre 120 da Copa São Paulo de Juniores, a ser disputada entre os dias 2 e 25 de janeiro em 29 cidades-sede. O Estado da região norte é o único do país que não estará na competição, que é o maior celeiro de novos jogadores no futebol nacional. A explicação para a ausência do Amapá na Copinha passa por desistências, uma leitura fria de regras, R$ 7 mil gastos à toa, diversos meninos no olho da rua e promessas da CBF.

11011886_458703367616997_3933094532685390935_n

Vaga era do Trem

O “dono” da única vaga prevista para o Amapá na Copa São Paulo de Juniores era o Trem, campeão amapaense sub-20 em maio deste ano. Por razões financeiras, o clube desistiu de participar da competição e abriu mão da vaga. O vice, Santos, seguiu pelo mesmo caminho. O time profissional mais bem colocado (lembrando que alguns dos participantes do Amapaense sub-20 são amadores) foi o São Paulo, que foi convidado e topou. O ofício encaminhado pela FPF ao Tricolor do Amapá é datado de 21 de setembro e avisa que “é obrigatória a confirmação do convite até o dia 30/9. Após esta data não poderemos mais aceitar inscrições”.

Inscrições às pressas

A surpresa da participação na Copinha fez o São Paulo se mobilizar para montar o elenco que participaria da competição. Havia apenas cinco jogadores sub-20 em condições contratuais de atuar em janeiro, e o clube tratou de registrar os atletas não-profissionais no Boletim Diário (BID) da CBF e completar o elenco com outras contratações – o clube pagou valores entre R$ 700 e R$ 1 mil pelos direitos de alguns jovens, além de R$ 30 por cada inscrição. No fim, 17 jogadores foram registrados no dia 22 de setembro, 22 no dia seguinte e mais dois nos dias 27 e 28 de setembro, totalizando 41 jogadores aptos à disputa da competição e que seriam avaliados durante a preparação para o torneio.

Convite da FPF ao São Paulo datado de 21 de setembro, um dia após o período de inscrições (Foto: Reprodução)

Convite da FPF  datado de 21/9, um dia após o período de inscrições (Foto: Reprodução)

– Inscrevemos atletas, pagamos transferências de alguns meninos que trouxemos de Minas Gerais e tivemos muitos gastos com registros. Foi por conta desse valor que os outros times desistiram, mas nós decidimos fazer esse investimento e o gasto total foi de uns R$ 7 mil, mais ou menos – explica Adenos de Lima, presidente do São Paulo.

Com o elenco definido em uma semana, o São Paulo Futebol Clube do Amapá respondeu à FPF aceitando o convite para participar da Copinha. O ofício, porém, apresentou um item complementar: “Devido o convite ter sido encaminhado somente dia 21 de setembro, um dia após o prazo estabelecido pelas inscrições de atletas no BID da CBF, o clube não realizou as inscrições dos atletas desta categoria, o qual solicitamos à Vossa Senhoria estude a possibilidade estender este prazo de inscrições no BID para o dia 30/09/2016”.

Registros de jogadores no BID da CBF foram nos dias 22, 23, 27 e 28 de setembro (Foto: Reprodução)

Registros no BID da CBF foram nos dias 22, 23, 27 e 28 de setembro (Foto: Reprodução)

A explicação do pedido

O prazo de inscrição de jogadores dos 120 clubes da Copa São Paulo era válido até 20 de setembro. O São Paulo do Amapá foi convidado no dia 21. Pela lógica, o clube correu para inscrever seus atletas esperando que o prazo fosse estendido. Isso não aconteceu. Em 19 de outubro, a FPF enviou novo comunicado ao clube amapaense, de apenas cinco linhas, aqui reproduzido.

“Sr. Presidente: informamos que pelo número reduzido de atletas inscritos, estamos cancelando o convite do seu filiado São Paulo Futebol Clube. Solicitamos a indicação, desta Federação, de um novo representante do seu Estado”.

Trecho do ofício em que a FPF nega a participação do São Paulo na Copinha (Foto: Reprodução)

Trecho do ofício em que a FPF nega a participação do São Paulo (Foto: Reprodução)

– O convite veio dia 21, dia 22 colocamos os atletas no BID. Aí no fim de outubro veio o papel dizendo que tínhamos perdido o prazo de inscrição dos atletas. Como perdemos se o prazo de inscrição era um prazo anterior à data em que a gente soube que jogaria a competição? Infelizmente foi isso aí. O clube gastou recursos que não vão ter retorno, já liberamos alguns atletas, tivemos que cancelar um patrocínio que teríamos, o que é muito difícil no futebol do Amapá, e ficou por isso mesmo – desabafa Adenos de Lima, que ainda completa:

– É a primeira vez na história que o Amapá não tem representantes da Copinha. As coisas aqui já são difíceis e se tornam ainda mais difíceis com essas atitudes. É uma decepção para todos, sendo que não fomos culpados de nada.

O que a FPF diz?

“Todos as equipes participantes da Copa São Paulo 2017 foram convidadas após o dia 21 de setembro. Em julho de 2016, a FPF divulgou Resolução com as diretrizes de participação da Copa São Paulo 2017, incluindo a data-limite de inscrição de atletas. A Federação do Amapá indicou o clube São Paulo; a FPF informou a Federação do Amapá a respeito da não inscrição de atletas do São Paulo, e solicitou a indicação de outro clube, mas não houve resposta.”

Marco Polo Del Nero, Adenos de Lima e Reinaldo Carneiro Bastos na FPF (Foto: Acervo pessoal)

Del Nero, Adenos de Lima e Reinaldo Carneiro Bastos na FPF (Foto: Acervo pessoal)

Perspectivas

O São Paulo do Amapá tentou reverter a desclassificação da Copa São Paulo. Após reuniões com Roberto Góes, presidente da Federação Amapaense de Futebol (FAF), o clube decidiu levar o caso à CBF. Além da última cartada para participar da Copinha, o clube buscava evitar a multa de R$ 20 mil aos clubes que aceitassem convite e não disputassem o torneio, como previsto no regulamento da competição. Marco Polo Del Nero, presidente da CBF, e Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da FPF, receberam o presidente do clube amapaense e ouviram as explicações. Adenos de Lima descreve o resultado destes encontros.

– Falei com os presidentes da CBF e da FPF, eles lamentaram o problema, mas disseram que a Copa São Paulo já tinha tabela, já tinha tudo certo sem o São Paulo. Mostrei os documentos e me garantiram que em 2018 vamos estar na Copinha. Não tem o que fazer, é aceitar – diz.

O São Paulo do Amapá está garantido na Copa São Paulo de 2018, segundo disseram Del Nero e Carneiro Bastos a Lima. O campeão estadual sub-20 terá mais uma vaga. Mas até lá… em 2017, o Amapá será o único Estado brasileiro sem representantes no principal torneio nacional de base.

“É aceitar”.



MaisRecentes

Palmeiras fecha com revelação do interior para disputa de Mundial de base na Europa



Continue Lendo

Promessa santista premiada na Europa tem rodagem na base e se inspira em Zeca



Continue Lendo

Aos 16 anos, zagueiro-artilheiro na Bahia já coleciona títulos pela base do São Paulo



Continue Lendo