Entre os melhores times sub-20 de SP, Água Santa tem camisa 10 que é destaque aos 16



Melhor que Corinthians e Santos e com exatamente o mesmo número de pontos que Palmeiras e São Paulo: este é o surpreendente Água Santa, dono de um dos três melhores aproveitamentos do Campeonato Paulista sub-20 após 17 partidas. São 39 pontos vindos de 12 vitórias, três empates e apenas duas derrotas até o momento. No último sábado, o resultado mais elástico conquistado pela equipe do técnico Antônio Carlos: 5 a 1 para cima do São Bento no Estádio Distrital Vila Alice, em Diadema.

O gol que fechou o placar saiu aos 38 minutos do segundo tempo e foi marcado por um dos destaques do Água Santa na competição, que é o meia Tavison. Camisa 10 às costas, principal armador do time, três gols anotados no Estadual e… 16 anos. Bem abaixo da idade limite da categoria, o garoto vive fase de protagonista em 2017 e já foi relacionado até mesmo para compromissos do time profissional, que disputa a Copa Paulista neste segundo semestre.
tav2

O surpreendente Água Santa tem um destaque ainda mais surpreendente no Paulistão sub-20.

– Não tem outro motivo para isso tudo estar acontecendo a não ser trabalho. Posso te garantir que nós trabalhamos muito forte todas as semanas e a fase boa não é só minha, mas de todos os companheiros. Ser titular aos 16 anos de idade é uma responsabilidade grande, mas eu estou preparado – diz o garoto, que tem uma história de luta no futebol.

Nascido em São Paulo em dezembro de 2000, Tavison foi criado em um bairro humilde do distrito do Grajaú chamado Cantinho do Céu. Seu pai é aposentado, sua mãe é empregada doméstica e ele tem oito irmãos. A trajetória no futebol começou aos seis anos e contou com um baque que fez o garoto valorizar ainda mais cada oportunidade: uma dispensa da Ponte Preta após cinco meses de experiência.

– Não foi uma passagem muito boa, era meu primeiro clube. Quando saí decidi que não estava na hora de desistir e fiz a peneira do Água Santa, onde fui aprovado pelo professor Antônio Carlos. Estou aqui desde o começo de 2015 e muito feliz com tudo o que está acontecendo.

1

Aos 16 anos, Tavison não é só um jovem camisa 10 de destaque no futebol paulista. Ele também é a esperança da família por dias melhores.



  • MIL GRAU 😜

    FALOU EM ÁGUA SANTA, OS SUINIS TREMEM…
    PQ SERÁ???

MaisRecentes

Conheça os quatro pilares do trabalho do Internacional em suas categorias de base



Continue Lendo

Titular da Seleção na base, promessa do Corinthians vive cartilha de ‘novo Pedrinho’



Continue Lendo

Jovem auxiliar é aposta do São Paulo para trabalhar com André Jardine no sub-20



Continue Lendo