NBB: Brasília pode anunciar trio de estrangeiros nas próximas semanas - Café Belgrado

NBB: Brasília pode anunciar trio de estrangeiros nas próximas semanas



Segundo apurei, o Universo Brasília já tem definido o seu trio de estrangeiros para buscar o tetracampeonato do NBB. São Zach Graham, Windi Graterol e Ricky Sanchéz, três atletas de relativo renome no cenário latino-americano.

O time anunciou esta semana, como Lucas Nepomuceno, a lenda, já havia antecipado em seu twitter, que André Germano será o técnico do novo time de Brasília. Como se sabe, o time da capital federal herdou a vaga do Universo Vitória.

A base já está montada, com nomes como Nezinho, Arthur, Rafa Moreira, Pedrinho Rava, entre outros. No entanto, como o time demorou para contratar, sabe que não tem direito de errar no mercadão de estrangeiros. Assim sendo, tem optado por atletas mais provados, com repertório conhecido nas ligas latino-americanas.

São eles:

Zach Graham

O americano é, de longe, a contratação mais empolgante que um time brasileiro tenta firmar neste ano. De excepcional trajetória recente, Graham foi uma das estrelas do título intercontinental do Guaros de Lara e esteve no ano passado jogando no Maccabi Haifa.

Sente o que o rapaz é capaz de fazer no vídeo abaixo (recente, contra times de bom nível, na melhor competição do nosso continente – faço essa ressalva porque até eu sou craque no Youtube*).

*mentira, não sou craque nem no Youtube, nem fora do Youtube.

Ricky Sanchez

O ala-pivô de Porto Rico é mais uma figurinha carimbada no Mundo FIBA.

Histórico jogador da seleção de seu país, Ricky não é exatamente um exemplo de consistência – e o que ele prometia ser como jogador ficou muito além do que ele conseguiu de fato se tornar. Desta feita, convenhamos que vê-lo no NBB seria uma história e tanto.

O jogador está atualmente treinando com o grupo nacional que disputa as Eliminatórias FIBA.

Windi Graterol

Dos três, Graterol é, digamos, o menos badalado, embora seja também um nome bastante conhecido para quem acompanha o basquete venezuelano.

Conhecido por seu bom jogo próximo à cesta, Graterol já não está no seu melhor nível (talvez seu auge tenha sido em 2014, como se vê no vídeo abaixo). De todo modo, é um atleta com vasta experiência em seleção nacional, tendo sido inclusive parte do grupo que jogou as Olimpíadas no Rio.

 

Nenhum dos três está formalmente contratado. De todo modo, o que é possível dizer por enquanto é que são eles, digamos, o “plano A” da equipe do Distrito Federal. Como alguém que torce para que o NBB consiga atrair jogadores estrangeiros de bom nível, fico na esperança que dê certo. A vida, porém, é mais complicada que nossas torcidas. A alta do dólar, cada vez mais incontrolável, tende a desencorajar qualquer investimento mais arrojado em atletas com mercado internacional. Por enquanto, é esperar para ver o que acontece nas próximas semanas.



MaisRecentes

Análise Tática NBB: Vasco, por Rodrigo Galego



Continue Lendo

Corinthians faz peneira de Basquete na próxima semana



Continue Lendo

Análise Tática NBB: o Flamengo, por Rodrigo Galego



Continue Lendo