Visão de jogo: Corinthians 2×3 São Paulo



Luis Fabiano é o artilheiro do Paulistão com nove gols (Miguel Schincariol/L!Press)

Luis Fabiano é o artilheiro do Paulistão com nove gols (Miguel Schincariol/L!Press)

O São Paulo voltou a vencer um clássico depois de 15 meses no mesmo estádio e contra o mesmo rival da última vez. Desde dezembro de 2012 até este domingo foram 12 partidas sem vitória até Paulo Henrique Ganso, Luis Fabiano e Rodrigo Caio colocarem fim a incômoda marca na vitória por 3 a 2 sobre o Corinthians, no Pacaembu.

Dois pontos atrás do Ituano, o Timão precisava vencer para não depender justamente do rival nas duas últimas rodadas. E a forcinha tricolor começou cedo. Antonio Carlos tentou cortar a bola da pequena área após cruzamento de Luciano e jogou contra o patrimônio, em lance bizarro logo aos nove minutos.

Diferentemente de outras oportunidades, o São Paulo conseguiu assimilar o golpe e logo tomou conta do clássico ao dominar o meio de campo. Paulo Henrique Ganso, marcado de muito perto por Ralf, quase não criava. Na única brecha do capitão corintiano, Ganso recebeu de Maicon e acertou a gaveta de Cássio.

Jadson, das arquibancadas, viu o ex-companheiro marcar o primeiro gol dele com a camisa 10, que até pouco tempo pertencia a ele.

Mano Menezes, expulso no fim do primeiro tempo, voltou do intervalo com Guerrero. Mas quem brilhou foi o outro camisa 9. Luis Fabiano virou a partida após jogada de Douglas e passe de Pabon. Na comemoração, o já tradicional parado na esquina.

Com fraco poder de criação, o Corinthians precisaria de outra ajuda para buscar o empate. E ela veio novamente com Antonio Carlos. Em lance semelhante ao primeiro gol, o defensor tentou tirar o cruzamento de Guerrero e fez mais um contra.

O xerife só não ficou marcado pelos erros graças ao companheiro de defesa. Rodrigo Caio, de cabeça, tratou de findar o jejum nos clássicos após ganhar de Uendel em cruzamento de Osvaldo da esquerda.

Classificado, o São Paulo deixa o rival na sua mão. Já o Timão precisa fazer a sua parte e torcer por tropeços do Ituano para se classificar.



MaisRecentes

Brasileirão chega a 16 trocas de comando com a saída de Milton Mendes



Continue Lendo

Palmeiras iguala número de derrotas de todo ano passado



Continue Lendo

Prejuízo do Vasco longe de São Januário chega quase a R$ 500 mil



Continue Lendo