Visão da 13a rodada do Campeonato Brasileiro



(Paulo Sergio/L!Press)

(Paulo Sergio/L!Press)

O líder Cruzeiro tropeçou. Coisa rara para quem tem aproveitamento de mais de 74% no Campeonato Brasileiro. E os mineiros pararam no brioso Botafogo, que além da posição próxima da zona de rebaixamento precisa lidar com o problema de atraso nos salários. O resultado no Maracanã foi inesperado e quem soube aproveitar muito bem o deslize da Raposa foram Flu e Inter.

O Tricolor carioca venceu o Goiás em dia de justa homenagem para Washington e Assis no Maracanã e assumiu a vice-liderança. Fluminense e Cruzeiro se enfrentam na última rodada do primeiro turno.

O Internacional bateu o Santos no Beira-Rio e também subiu. Inter e Flu foram os únicos clubes entre os dez primeiros colocados que venceram nesta rodada do Brasileirão.

O Corinthians fez um jogo arrastado com o Coritiba e perdeu duas posições. A defesa segue intransponível, mas o ataque sem Guerrero não funcionou. Para o Coxa a igualdade foi tão ruim quanto já que a equipe segue na zona de rebaixamento. A degola, aliás, tem um novo-velho lanterna. O Flamengo perdeu para a Chapecoense, a primeira sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, e segue – ao lado do Criciúma – como o clube que não ganhou fora de casa.

A volta para a última posição aconteceu graças ao Figueirense, que conquistou a vitória mais expressiva da rodada ao golear o Sport fora de casa. Os pernambucanos perderam a chance de chegar no G4.

A 13a rodada também serviu para alguns cubes perderem a oportunidade de se recuperaram. O São Paulo desperdiçou dois pontos em casa contra o Criciúma em jogo que não teve a reestreia de Kaká no Morumbi, mas a presença de 46 mil presentes. O meia é esperado contra o Vitória, no domingo.

O Palmeiras foi outro a decepcionar como mandante. Após uma série ingrata, o argentino Ricardo Gareca tinha a chance de emplacar a primeira vitória no torneio nacional, porém empatou com o Bahia. O Verdão soma sete partidas sem triunfos no Brasileirão. Já o Bahia completou uma dezena de jogos sem saber o que é vencer e por isso segue na penúltima posição.



MaisRecentes

Único invicto, Corinthians tem cinco jogos para superar marca do Fluminense



Continue Lendo

Com melhor média, Mina se aproxima do top10 de zagueiros goleadores do Palmeiras



Continue Lendo

Última vez com só um mandante vitorioso no Brasileirão havia sido em 2014



Continue Lendo