Últimos sete campeões da Libertadores decidiram em casa



Atlético Nacional foi campeão em 2016 jogando a segunda em casa (Foto: Luiz Acosta /AFP)

Atlético Nacional foi campeão em 2016 jogando a segunda em casa (Foto: Luiz Acosta /AFP)

A partir do ano que vem a final da Copa Libertadores será disputada em jogo único e em campo neutro. Antigamente o modelo era usado na competição quando havia a necessidade de um terceiro jogo entre os finalistas e a última vez aconteceu em 1987, quando o Peñarol venceu o América de Cali, em Santiago (CHI).

Desde então, foram 29 edições e o campeão fez o segundo jogo em casa em 18 oportunidades (62%). São sete decisões seguidas em que o mandante da segunda partida fica com a taça. O último “intruso” foi o Estudiantes, campeão contra o Cruzeiro no Mineirão.

Últimos campeões da Libertadores em dois jogos:

1988: Nacional (campeão em casa)
1989: Atlético Nacional (campeão em casa)
1990: Olimpia (campeão fora)
1991: Colo Colo (campeão em casa)
1992: São Paulo (campeão em casa)
1993: São Paulo (campeão fora)
1994: Vélez (campeão fora)
1995: Grêmio (campeão fora)
1996: River Plate (campeão em casa)
1997: Cruzeiro (campeão em casa)
1998: Vasco (campeão fora)
1999: Palmeiras (campeão casa)
2000: Boca (campeão fora)
2001: Boca (campeão em casa)
2002: Olimpia (campeão fora)
2003: Boca (campeão fora)
2004: Once Caldas (campeão em casa)
2005: São Paulo (campeão em casa)
2006: Inter (campeão em casa)
2007: Boca (campeão fora)
2008: LDU (campeão fora)
2009: Estudiantes (campeão fora)
2010: Inter (campeão em casa)
2011: Santos (campeão em casa)
2012: Corinthians (campeão em casa)
2013: Atlético-MG (campeão em casa)
2014: San Lorenzo (campeão em casa)
2015: River (campeão em casa)
2016: Atlético Nacional (campeão em casa)



MaisRecentes

Barrios fez no Grêmio quase a metade dos gols que marcou no Palmeiras



Continue Lendo

Gilson Kleina costuma incomodar o Corinthians



Continue Lendo

Palmeiras volta a vencer fora de casa na Libertadores após dez partidas



Continue Lendo