Últimos sete campeões da Libertadores decidiram em casa



Atlético Nacional foi campeão em 2016 jogando a segunda em casa (Foto: Luiz Acosta /AFP)

Atlético Nacional foi campeão em 2016 jogando a segunda em casa (Foto: Luiz Acosta /AFP)

A partir do ano que vem a final da Copa Libertadores será disputada em jogo único e em campo neutro. Antigamente o modelo era usado na competição quando havia a necessidade de um terceiro jogo entre os finalistas e a última vez aconteceu em 1987, quando o Peñarol venceu o América de Cali, em Santiago (CHI).

Desde então, foram 29 edições e o campeão fez o segundo jogo em casa em 18 oportunidades (62%). São sete decisões seguidas em que o mandante da segunda partida fica com a taça. O último “intruso” foi o Estudiantes, campeão contra o Cruzeiro no Mineirão.

Últimos campeões da Libertadores em dois jogos:

1988: Nacional (campeão em casa)
1989: Atlético Nacional (campeão em casa)
1990: Olimpia (campeão fora)
1991: Colo Colo (campeão em casa)
1992: São Paulo (campeão em casa)
1993: São Paulo (campeão fora)
1994: Vélez (campeão fora)
1995: Grêmio (campeão fora)
1996: River Plate (campeão em casa)
1997: Cruzeiro (campeão em casa)
1998: Vasco (campeão fora)
1999: Palmeiras (campeão casa)
2000: Boca (campeão fora)
2001: Boca (campeão em casa)
2002: Olimpia (campeão fora)
2003: Boca (campeão fora)
2004: Once Caldas (campeão em casa)
2005: São Paulo (campeão em casa)
2006: Inter (campeão em casa)
2007: Boca (campeão fora)
2008: LDU (campeão fora)
2009: Estudiantes (campeão fora)
2010: Inter (campeão em casa)
2011: Santos (campeão em casa)
2012: Corinthians (campeão em casa)
2013: Atlético-MG (campeão em casa)
2014: San Lorenzo (campeão em casa)
2015: River (campeão em casa)
2016: Atlético Nacional (campeão em casa)



MaisRecentes

Pelo Grêmio, Barrios iguala número de gols no Palmeiras, mas em metade dos jogos



Continue Lendo

Visitantes têm melhor aproveitamento nos pontos corridos



Continue Lendo