Risco de violência já na primeira semana da temporada 2015 do futebol paulista



O futebol nacional nem começou direito em 2015 e fora dos gramados o país já contabilizou a primeira morte do ano. Felipe Augusto Oliveira, de 23 anos, foi assassinado no último fim de semana. Já são aproximadamente 260 mortes de torcedores ao redor do Brasil desde 1988, segundo Rodrigo Vessoni, repórter deste LANCE!.

E a primeira semana cheia do futebol paulista será tensa. Na próxima quarta-feira, dia 4 de fevereiro, o Corinthians entra em campo contra o Once Caldas pela primeira fase da Copa Libertadores, às 22h na Arena. O São Paulo, por sua vez, enfrenta o Capivariano às 19h30 em jogo do Paulistão transferido do Morumbi para o Pacaembu já que o gramado do estádio tricolor passa por obras. Morumbi e Arena Corinthians estão em regiões opostas de São Paulo. Mas o torcedor tricolor que for ao Pacaembu pegará linha de metrô, o que não aconteceria caso o jogo fosse em casa. A mesma linha do metrô será utilizada pelos corintianos. Para piorar, as torcidas vão se juntar a quem estiver voltando do trabalho para a casa.

Transferir a partida são-paulina para o dia seguinte é outro entrave, já que o Palmeiras encara a Ponte Preta no Allianz Parque. Uma alternativa seria colocar o Tricolor para atuar em Barueri, mas é pouco provável. Vale lembrar que a Federação Paulista de Futebol preferiu mandar o Majestoso da Copinha em Limeira e preteriu o estádio da Grande São Paulo. As torcidas entraram em confronto no interior.

Para piorar, quatro dias depois Palmeiras e Corinthians fazem o primeiro clássico do Allianz Parque. A rivalidade e ódio alimentado por vândalos travestidos de torcedores estão exacerbados haja visto que palmeirenses são suspeitos pela morte de Felipe no último fim de semana. A polícia precisará encontrar uma saída para evitar o pior, já que não consegue afastar os maus torcedores dos estádios. No primeiro Dérbi da Arena no ano passado não houve incidente, mas a melhor alternativa da chegada dos visitantes partiu da principal organizada alviverde, por mais absurdo que possa parecer.

Dentro de campo o futebol ainda está morno, mas fora dele…



  • Fabio

    e pergunto eu Bullara será que a charge(com o Nobre e o aidar) ajuda em lgo ou não, apesar de bem humorada me parece um tiro pela culatra .

MaisRecentes

Com melhor aproveitamento da Arena, Tite volta ao estádio com a Seleção



Continue Lendo

Média de amarelos de Felipe Melo é maior do que a de Gabriel Jesus



Continue Lendo