Para avançar, São Paulo precisará mudar rotina de visitante na Libertadores



O São Paulo no Nuevo Gasómetro foi melhor do que aquele das últimas partidas, mas a derrota na Argentina complicou a disputa pela segunda vaga no Grupo 2. O Corinthians, com a goleada sobre o Danubio praticamente se garantiu na próxima fase.

Na rodada seguinte da chave o Tricolor precisará fazer o que os concorrentes conseguiram contra o Danubio no Uruguai: vencer. O problema é que nas últimas oito partidas como visitante na Libertadores o São Paulo perdeu todas. A última vitória foi  sobre o Cruzeiro por 2 a 0, nas quartas de final de 2010. De lá para cá, nenhum ponto marcado quando deixou o Morumbi. São 18 gols sofridos e sete marcados. É o pior São Paulo como visitante no torneio sul-americano.

São Paulo e Danubio jogam dia 15 de abril e no dia seguinte o Corinthians recebe o San Lorenzo. É claro que um novo revés fora não anula a chance de classificação, porém atuar com pressão extra diante do rival na última rodada só vai piorar a situação, ainda mais para quem jogou quatro clássicos no ano, perdeu três, empatou outro e sequer marcou um gol.

Derrotas do São Paulo como visitante na Libertadore:
2010
Internacional 1×0 São Paulo (semifinal)
2012
Bolívar 4×3 São Paulo (primeira fase)
Atlético-MG 2×1 São Paulo (grupos)
Arsenal 2×1 São Paulo (grupos)
The Strongest 2×1 São Paulo (grupos)
Atlético-MG 4×1 São Paulo (oitavas)
2015
Corinthians 2×0 São Paulo (grupos)
San Lorenzo 1×0 São Paulo (grupos)

 



MaisRecentes

Palmeiras é o melhor do Paulistão após sete anos e pode tirar ‘zica’ dos líderes



Continue Lendo

Clássico entre Botafogo e Fluminense teve o maior prejuízo do Carioca 2017



Continue Lendo

Clube do interior paulista arrecada mais do que toda a rodada do Carioca



Continue Lendo