Média de uma troca de técnico por rodada no Brasileirão-2015 é menor do que a do ano passado no mesmo período



Luxemburgo

Vanderlei Luxemburgo foi o terceiro treinador a perder o emprego no Campeonato Brasileiro após as três primeiras rodadas. Por incrível que pareça, a média de uma mudança por rodada é menor do que no início do campeonato passado. Em 2014, após as mesmas três rodadas já tinham sido feitas quatro trocas: Paulo Autuori (Atlético-MG depois da primeira), Caio Júnior (Criciúma depois da segunda), Vinícius Eutrópio (Figueirense depois da segunda) e Gilson Kleina (Palmeiras depois da terceira).

No total foram 23 trocas em 38 rodadas e o Flamengo foi responsável por duas delas. Jayme de Almeida, que agora assumirá interinamente, caiu depois da quinta rodada para a entrada de Ney Franco. A passagem de Ney durou até a décima primeira rodada, quando Luxemburgo assumiu. Ele pegou o Fla na lanterna e terminou a competição em décimo lugar. Agora, deixa o Rubro-Negro novamente na zona de rebaixamento



MaisRecentes

Clássico entre Botafogo e Fluminense teve o maior prejuízo do Carioca 2017



Continue Lendo

Clube do interior paulista arrecada mais do que toda a rodada do Carioca



Continue Lendo

Com Tite, Brasil pode fazer melhor campanha nas Eliminatórias



Continue Lendo