Levir Culpi deixa o Atlético-MG e Brasileirão repete ano com mais trocas de técnicos



(Ramon Bitencourt/L!Press)

(Ramon Bitencourt/L!Press)

Levir Culpi deixou o comando do Atlético-MG nesta quinta-feira. Desde abril do ano passado no clube mineiro, esse era o trabalho mais longevo de um treinador na Série A e agora Tite passa a ser o comandante há mais tempo à frente de uma equipe na Primeira Divisão. Aliás, o Corinthians será o único a não trocar de técnico no Campeonato Brasileiro de 2015. São 31 mudanças e o número iguala o ano de 2010, temporada com mais trocas.

Trocas no Brasileirão-2015:

Depois da segunda rodada:
1 – Grêmio: saiu Felipão / entrou James Freitas (interino) e na quarta rodada Roger assumiu.
2 – Fluminense: saiu Ricardo Drubscky / entrou Enderson Moreira

Depois da terceira rodada:
3 – Flamengo: saiu Luxemburgo / entrou: Jayme de Almeida (interino) e Cristovão Borges assumiu na quarta rodada.

Depois da quarta rodada:
4 – Cruzeiro: saiu Marcelo Oliveira / entrou: Vanderlei Luxemburgo

Depois da quinta rodada:
5 – Joinville: saiu Hemerson Maria / entrou Adilson Baptista
6 – São Paulo: saiu Milton Cruz / entrou: Juan Carlos Osorio

Depois da sexta rodada:
7 – Coritiba: saiu Marquinhos Santos / entrou Ney Franco
8 – Palmeiras: saiu Oswaldo de Oliveira / entrou Alberto Valentim na sétima rodada e Marcelo Oliveira assumiu na oitava.

Depois da oitava rodada:
9 – Vasco: saiu Doriva / entrou Celso Roth
10 – Goiás: saiu Hélio dos Anjos / entrou Augusto César e Julinho Camargo assumiu na décima terceira rodada.

Depois da décima segunda rodada:
11 – Santos: saiu Marcelo Fernandes / entrou Dorival Júnior

Depois da décima quinta rodada:
12 – Joinville: saiu Adilson Batista / entrou PC Gusmão

Depois da décima sexta rodada:
13 – Ponte Preta: saiu Guto Ferreira / entrou Doriva
14 – Internacional: saiu: Diego Aguirre / Odair Hellman assumiu interinamente e Argel foi contratado após a décima nona rodada

Depois da décima oitava roda:
15 – Figueirense: saiu: Argel / Hudson Coutinho assumiu interinamente e René Simões  entrou na vigésima rodada.

Depois da décima nona rodada:
16 – Vasco: saiu: Celso Roth / entrou: Jorginho
17 – Flamengo: saiu: Cristovão Borges / entrou: Oswaldo de Oliveira

Depois da vigésima primeira rodada:
18 – Cruzeiro: saiu: Vanderlei Luxemburgo / Deivid assumiu e Mano Menezes assumiu na vigésima terceira rodada.

Depois da vigésima quinta rodada:
19 – Chapecoense: saiu: Vinícius Eutrópio / Guto Ferreira assumiu na vigésima sexta rodada.

Depois da vigésima sexta rodada:
20 – Fluminense: saiu: Enderson Moreira / entrou: Eduardo Baptista
21 – Figueirense: saiu: René Simões, Hudson Coutinho comandou na vigésima sétima rodada
22 – Goiás: saiu: Julinho Camargo, Wanderley Filho comandou na vigésima sétima rodada e depois Arthur Neto assumiu.
23 – Sport: saiu: Eduardo Baptista, Daniel Paulista comandou na vigésima sétima rodada e depois Falcão assumiu na seguinte.

Depois da vigésima oitava rodada:
24 – Atlético-PR: saiu: Milton Mendes, Sérgio Vieira comandou na vigésima oitava rodada e Cristovão Borges assumiu.

Depois da vigésima nona rodada:
25 – São Paulo: saiu Juan Carlos Osorio / entrou Doriva
26 – Ponte Preta: saiu Doriva / entrou Felipe Moreira

Depois da trigésima primeira rodada:
27 – Goiás: saiu Arthur Neto / entrou Danny Sérgio

Depois da trigésima terceira rodada:
28 – Coritiba: saiu Ney Franco / entrou Pachequinho

Depois da trigésima quarta rodada:
29 – São Paulo: saiu Doriva / entrou Milton Cruz
30 – Avaí: saiu Gilson Kleina / Raul Cabral

Depois da trigésima sexta rodada:
31 – Atlético-MG: saiu Levir Culpi



MaisRecentes

Grupo do Santos termina com a maior pontuação da primeira fase do Paulista



Continue Lendo

Brasil não tinha ataque tão positivo em um início de trabalho desde Telê Santana



Continue Lendo

Goleador do Brasil na Arena, Neymar tenta gol contra rival inédito



Continue Lendo