História das Copas e dos artilheiros



A Copa do Mundo tem um novo recordista de gols e Miroslav Klose fez como Ronaldo ao marcar o seu décimo quinto gol em Copas do Mundo contra Gana. O adversário “escolhido” foi o mesmo de 2006 e os africanos entram para a história como coadjuvantes pela segunda vez. E a comemoração foi à la Cafu.

Como se não bastasse, Ronaldo superou Gerd Muller na Alemanha, assim como Klose empatou e pode superar o Fenômento em terras tupiniquins. A Copa ganha um novo personagem a partir deste sábado.

(AFP)

(AFP)

Gols de Klose em Copas do Mundo

2002: 5 gols
Alemanha 8×0 Arábia Saudita (3 gols)
Alemanha 1×1 Irlanda (1gol)
Alemanha 2×0 Camarões (1 gol)

2006: 5 gols
Alemanha 4×2 Costa Rica (2 gols)
Alemanha 3×0 Equador (2 gols)
Alemanha 1×1 Argentina (1 gol)

2010: 4 gols
Alemanha 4×0 Austrália (1 gol)
Alemanha 4×1 Inglaterra (1 gol)
Alemanha 4×0 Argentina (2 gols)

2014: 1 gol
Alemanha 2×2 Gana (1 gol)

4 Copas do Mundo
1 vez artilheiro (2006)
14 gols
Principais vítimas: Arábia Saudita e Argentina (3 gols)

Como foram os gols:
cabeça – 7
pé direito – 7
pé esquerdo – 1

Quando marcou a Alemanha….
venceu – 7 vezes
empatou – 3 vezes

 Gols de Ronaldo em Copas do Mundo

1998: 4 gols
Brasil 3×0 Marrocos (1 gol)
Brasil 4×1 Chile (2 gols)
Brasil 1×1 Holanda (1 gol)

2002: 8 gols
Brasil 2×1 Turquia (1 gol)
Brasil 4x 0 China (1 gol)
Brasil 5×2 Costa Rica (2 gols)
Brasil 2×0 Bélgica (1 gol)
Brasil 1×0 Turquia (1 gol)
Brasil 2×0 Alemanha (2 gols)

2006: 3 gols
Brasil 4×1 Japão (2 gols)
Brasil 3×0 Gana (1 gol)

4 Copas do Mundo (em 1994 fez parte do grupo mas não entrou em campo)
1 vez artilheiro (2002)
15 gols
Principais vítimas:  Chile, Turquia, Costa Rica, Alemanha e Japão (2 gols)

Como foram os gols:
pé direito – 11 gols (1 pênalti)
pé esquerdo – 3 gols
cabeça – 1 gol

Quando marcou o Brasil…
ganhou – 10 vezes
empatou – 1 vez



MaisRecentes

Gallo sai do Vitória e julho se torna o mês com mais trocas na temporada



Continue Lendo

Bahia é o responsável pela quarta queda de técnico da Série A no ano



Continue Lendo

Coritiba é o quarto clube da Série A a mudar duas vezes de técnico no ano



Continue Lendo