Faltou habilidade a Nobre



Paulo Nobre atacou o São Paulo e como uma das suas justificativas para a perda de Alan Kardec lembrou da richa histórica entre os clubes. O fato é que o presidente palmeirense não soube conduzir a negociação como ela deveria. E não foi a primeira vez.

No caso de Barcos a troca com o Grêmio nem aconteceu como era prevista e o clube espera até hoje a chegada do quinto jogador gaúcho. A renovação de Gilson Kleina se estendeu ao extremo e não houve a troca só porque Marcelo Bielsa pediu muito. Vale lembrar que a diretoria procurou o técnico argentino enquanto Kleina ainda estava sob o antigo vínculo. O treinador mesmo depois de tudo aceitou a renovação, porém algum outro mais renomado teria deixado o Palmeiras.

A política de reconstrução financeira aplicada por Nobre é totalmente louvável, mas ele e José Carlos Brunoro não souberam mensurar a importância de Kardec neste momento. Para piorar, a saída foi para um rival.



MaisRecentes

Visitantes têm melhor aproveitamento nos pontos corridos



Continue Lendo

Corinthians tem início parecido com 2011, quando foi campeão



Continue Lendo