Enderson, René e Julinho perdem o emprego. Brasileiro chega a 22 trocas



Enderson Moreira perdeu o terceiro emprego na temporada após ser demitido do Fluminense. O treinador começou o ano no Santos, passou pelo Atlético-PR e estava no Tricolor carioca desde a terceira rodada do Brasileirão. Já René Simões foi demitido do Figueirense depois de apenas sete jogos no Brasileiro e dois na Copa do Brasil. É a segunda demissão de René no ano, que começou a temporada no Botafogo. Na tarde desta quinta-feira foi a vez de Julinho Camargo ser demitido do Goiás.

São 22 mudanças até o momento, uma a menos do que aconteceu em todo campeonato passado. O recorde é de 31 trocas, em 2010.

Depois da segunda rodada:
1 – Grêmio: saiu Felipão / entrou James Freitas (interino) e na quarta rodada Roger assumiu.
2 – Fluminense: saiu Ricardo Drubscky / entrou Enderson Moreira

Depois da terceira rodada:
3 – Flamengo: saiu Luxemburgo / entrou: Jayme de Almeida (interino) e Cristovão Borges assumiu na quarta rodada.

Depois da quarta rodada:
4 – Cruzeiro: saiu Marcelo Oliveira / entrou: Vanderlei Luxemburgo

Depois da quinta rodada:
5 – Joinville: saiu Hemerson Maria / entrou Adilson Baptista
6 – São Paulo: saiu Milton Cruz / entrou: Juan Carlos Osorio
7 – Coritiba: saiu Marquinhos Santos / entrou Ney Franco

Depois da sexta rodada:
8 – Palmeiras: saiu Oswaldo de Oliveira / entrou Alberto Valentim na sétima rodada e Marcelo Oliveira assumiu na oitava.

Depois da oitava rodada:
9 – Vasco: saiu Doriva / entrou Celso Roth
10 – Goiás: saiu Hélio dos Anjos / entrou Augusto César e Julinho Camargo assumiu na décima terceira rodada.

Depois da décima segunda rodada:
11 – Santos: saiu Marcelo Fernandes / entrou Dorival Júnior

Depois da décima quinta rodada:
12 – Joinville: saiu Adilson Batista / entrou PC Gusmão

Depois da décima sexta rodada:
13 – Ponte Preta: saiu Guto Ferreira / entrou Doriva
14 – Internacional: saiu: Diego Aguirre / Odair Hellman assumiu interinamente e Argel foi contratado após a décima nona rodada

Depois da décima oitava roda:
15 – Figueirense: saiu: Argel / Hudson Coutinho assumiu interinamente e René Simões  entrou na vigésima rodada.
Depois da décima nona rodada:
16 – Vasco: saiu: Celso Roth / entrou: Jorginho
17 – Flamengo: saiu: Cristovão Borges / entrou: Oswaldo de Oliveira

Depois da vigésima primeira rodada:
18 – Cruzeiro: saiu: Vanderlei Luxemburgo / Deivid assumiu e Mano Menezes assumiu na vigésima terceira rodada.

Depois da vigésima quinta rodada:
19 – Chapecoense: saiu: Vinícius Eutrópio / Guto Ferreira assumiu na vigésima sexta rodada.

Depois da vigésima sexta rodada:
20 – Fluminense: saiu: Enderson Moreira
21 – Figueirense: saiu: René Simões
22 – Goiás: saiu: Julinho Camargo

*Post atualizado às 15h15 desta quinta-feira, 17/9.



MaisRecentes

Fim do jejum! Veja o período em que Borja ficou sem marcar pelo Palmeiras



Continue Lendo

Dorival tem aproveitamento melhor do que Ceni no Brasileiro



Continue Lendo

Cruzeiro pode ser o campeão da Copa do Brasil com melhor desempenho no Brasileirão



Continue Lendo